ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEXTA  27    CAMPO GRANDE 26º

Interior

Reação de vítimas a assalto durou pouco mais de 20 segundos

Um dos criminoso levou três golpes de facas da proprietária; ele foi encaminhado para Capital em estado grave

Por Flávio Veras | 18/01/2022 19:52
(Foto: Reprodução / Câmera de segurança)
(Foto: Reprodução / Câmera de segurança)

A reação das vítimas de um assalto a uma relojoaria em  Chapadão do Sul - a 331 quilômetros de Campo Grande - não durou mais que 20 segundos. O crime aconteceu na tarde desta terça-feira (18).

Um dos assaltantes, foi esfaqueado pela dona do estabelecimento. A reação de defesa é possível vê-la nessas novas imagens divulgadas pela Polícia Civil. O criminoso procurou atendimento médico e, já no hospital da cidade, recebeu voz de prisão.

Porém, devido ao estado de saúde ter se agravado, ele foi entubado e encaminhado para a Santa Casa de Campo Grande.

Já o outro assaltante e o motorista - que fez a fuga do crime - foram identificados e presos poucas horas depois do assalto. Segundo o delegado Felipe Poter, que participou das prisões, as imagens das câmeras de segurança foram fundamentais para a identificação dos assaltantes.

"Com base nelas, nós conseguimos saber quem era o homem que deu fuga aos criminosos. Ele dirigia um gol branco. O veículo também foi visto por funcionários do hospital, onde ele deixou seu comparsa ferido. As polícias Civil e Militar conseguiram apurar qual bairro da cidade onde esse veículo se deslocava e montamos uma operação para prendê-lo", disse o delegado.

Ainda de acordo com o delegado, o motorista acabou revelando onde estava o terceiro criminoso. "Com base nessas informações conseguiram achar e capturar o terceiro envolvido no assalto. Eles ainda revelaram o endereço da residência onde estava escondido o material roubado, que foi apreendido", concluiu o delegado.

Entenda - Após dois ladrões anunciarem assalto em uma relojoaria na tarde desta terça-feira (18), a proprietária do local esfaqueou um dos envolvidos. Testemunhas relataram que os dois homens entraram na relojoaria armados com uma faca e um revólver. No local estava o proprietário, de 76 anos, sua filha e dois funcionários.

Já tendo anunciado o assalto, um dos homens encurralou a funcionária em uma parede e deu um golpe mata-leão. Em seguida, o assaltante entrou em uma sala e, para roubar ainda mais objetos.

Porém, a filha do proprietária pegou uma faca e conseguiu dar diversos golpes em um dos ladrões que, ao tentar fugir, foi golpeado mais uma vez nas costas.

A mulher não será indiciada, pois a polícia entendeu que sua atitude foi legítima defesa.



Nos siga no Google Notícias