A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Setembro de 2019

16/11/2017 19:34

Sem cumprir carga horária, dupla de médicos causa prejuízo de R$ 120 mil

Profissionais são acusados de improbidade administrativa

Kleber Clajus

Dois médicos são acusados pelo MPF (Ministério Público Federal) de descumprir carga horária em unidades de saúde de Anaurilândia, a 366 quilômetros de Campo Grande. A irregularidade foi confirmada em auditoria da SES (Secretaria de Estado de Saúde).

Há cinco anos os profissionais foram contratados pela prefeitura, sob carga horária de 40 horas semanais, para compor equipe da ESF (Estratégia de Saúde da Família). Ocorre que auditoria, nos meses de setembro a novembro de 2012, identificou registro de 633 consultas no Hospital Sagrado Coração de Jesus, quando estes deveriam estar atendendo no posto.

Aos auditores, os médicos admitiram descumprir a carga horária e um deles ainda ressaltou que só atendia na unidade da família por duas horas no período da tarde. Como receberam salário de foram integral, estima-se prejuízo de R$ 120.992,70 em valor não atualizado.

O MPF de Dourados ajuizou ação de improbidade administrativa, uma vez que o Ministério da Saúde repassa recursos para custeio das equipes de Saúde da Família. Caberá a Justiça Federal decidir o futuro do caso e, eventualmente, cobrar a restituição dos valores.

 

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions