A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 23 de Novembro de 2017

30/01/2014 21:19

Sem "forças", índios desistem de bloqueio em rodovia de Coronel Sapucaia

Vinícius Squinelo

A promessa feita por indígenas da Aldeia Taquapery, de bloquear a pista na Rodovia MS-289, trecho que liga Coronel Sapucaia a Amambai no decorrer dessa quinta-feira (30), acabou não cumprida e o trânsito flui normalmente na rodovia estadual.

Em oficio enviado ao MPE (Ministério Público Estadual), da Comarca de Amambai, indígenas afirmavam que bloqueariam a rodovia nessa quinta-feira como forma de protesto contra a não contratação de professores indígenas para lecionar na reserva.

Em contado por telefone com o site A Gazeta News, que acompanou o caso, o “capitão”, da Aldeia Taquapery, Amaro de Souza Rocha, disse que tal manifestação não é de interesse da comunidade e sim de um pequeno grupo de índios que estariam agindo sob influência política.

“Eles não representam a comunidade. Defendem interesses políticos próprios e não tem força para aglomerar pessoas a ponto de bloquear a rodovia”, disse o líder indígena.

Apesar de até o momento não haver nenhuma movimentação sobre o bloqueio da pista no trecho que aproximadamente três quilômetros da rodovia estadual que corta a reserva indígena, a Polícia Militar Rodoviária Estadual mantém o monitoramento do local.



Vamos ser sinceros: os índios mais escolarizados da aldeia, atingem no máximo os conhecimentos para aprovação numa prova de ensino fundamental, e olhe lá. Todos os professores que lecionam para indígenas admitem que eles só passam de ano por pressão dos chefes da área educacional, e não por méritos. A maioria dos que terminam o primeiro grau não conhecem as quatro operações e, quando conhecem, são incapazes de fazer uma subtração envolvendo números maiores que uma dezena. Daí a quererem lecionar, há muita distância...
 
Adriano Roberto dos Santos em 31/01/2014 09:37:31
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions