A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

13/04/2016 08:34

Servidores investigados pelo Gaeco teriam recebido diárias até no Natal

Caroline Maldonado
Agentes do Gaeco estiveram ontem recolhendo documentos na prefeitura de Novo Horizonte do Sul (Foto: Divulgação)Agentes do Gaeco estiveram ontem recolhendo documentos na prefeitura de Novo Horizonte do Sul (Foto: Divulgação)

Entre os dias 23 e 26 de dezembro de 2014, servidores da prefeitura de Novo Horizonte do Sul estavam de recesso em função das comemorações do Natal, mas alguns teriam recebido diárias para exercer atividades da função nesse período. O Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) esteve ontem (12) na prefeitura com mandado de busca e apreensão, porque a administração se negou a fornecer documentos para a investigação.

O inquérito foi aberto este ano pela Promotoria de Justiça da comarca de Ivinhema, que abrange o município investigado, a 329 quilômetros de Campo Grande. A intenção era apurar se houve, de fato, alguma fraude, mas era preciso ter acesso a determinados documentos.

Segundo o MPE (Ministério Público Estadual), por diversas vezes, foram solicitadas informações, mas a administração alegou apenas que os documentos solicitados eram antigos e que já havia instaurado procedimento correcional na Controladoria Interna Municipal. A prefeitura disse ao MPE que após a conclusão dos trabalhos, encaminharia conclusão à promotoria.

Com isso, o promotor de Justiça Daniel do Nascimento Britto, decidiu pela medida judicial para obter os documentos e o Gaeco chegou de surpresa ontem na prefeitura, por volta das 6h. Segundo a promotoria, a prefeitura disse que abriria processo administrativo para apurar se havia fraude, mas nenhuma medida/diligência foi adotada, ou seja, o caso foi deixado de lado.

Após a visita do Gaeco, ontem, a prefeitura emitiu nota informando que “prestará todas as informações requeridas pela Justiça” e complementou que “tem a plena certeza de que a verdade prevalecerá" em relação a possível fraude em diárias.

O Campo Grande News tentou contato hoje (13), via telefone, com a prefeitura do município, mas a gravação diz para retornar a ligação após alguns minutos. A reportagem tentou ainda falar com a prefeita Nilza Ramos Ferreira Marques (DEM), mas seu celular estava fora de área, nesta manhã. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions