A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Agosto de 2018

05/01/2017 07:30

Suspeito de envolvimento em assaltos a bancos em MS é preso no Maranhão

Renata Volpe Haddad
Suspeito de envolvimento aos roubos das agências do Banco do Brasil em MS, Ronalth (de camista listrada) foi preso no Maranhão. (Foto: Imirante.com)Suspeito de envolvimento aos roubos das agências do Banco do Brasil em MS, Ronalth (de camista listrada) foi preso no Maranhão. (Foto: Imirante.com)

Ronalth Correia Coelho, mais conhecido como ‘Bebezão’, suspeito de envolvimento nos assaltos às agências do Banco do Brasil de Pedro Gomes e Sonora ocorridos em 2016, foi preso em dezembro, na cidade de Balsas no Maranhão.

Segundo informações do site Edição de Notícias, Coelho já havia sido identificado como autor do roubo em Sonora e era considerado foragido.

Ele foi preso com uma quadrilha suspeita de explodir duas agências bancárias em Fortaleza dos Nogueiras, no Maranhão. Na fuga, o bando ainda teria incendiado um veículo e feito o prefeito da cidade e várias outras pessoas, reféns.

Além de Coelho foram presos: Gledson Tavares de Sousa, Luís Soares do Nascimento, o ‘Caca’, Daniel Gomes Baião, Marcos Aurélio da Silva Milhomem, Benedito Clarindo Moreira Júnior, o ‘Pestinha’, Ivan Pereira de Jesus, o ‘Nego Drama’, Fernando Morais Cordeiro, o ‘Pirento’, Romero Vieira Pacheco, o ‘Pitoco’ e José Fagner Galdino da Silva. A polícia investiga se eles também teriam algum envolvimento nos assaltos em Mato Grosso do Sul.

Com a quadrilha a polícia apreendeu armas de grosso calibre, dinheiro e munições.

Banco do Brasil em Sonora, foi assaltado em abril e bandidos usaram explosivos e destruíram a agência. (Foto: Polícia Civil)Banco do Brasil em Sonora, foi assaltado em abril e bandidos usaram explosivos e destruíram a agência. (Foto: Polícia Civil)

Banco do Brasil em Sonora - No dia 18 de abril de 2016, uma quadrilha fortemente armada, explodiu a agência do Banco do Brasil, fizeram dois taxistas reféns para ajudar no roubo e atiraram contra a delegacia de Polícia Civil e o batalhão da Polícia Militar de Sonora, a 364 quilômetros de Campo Grande. Um morador foi baleado na ação que ocorreu por volta da 2h.

Os taxistas, que passavam em frente a agência na Avenida Marcelo Miranda Soares, tiveram que carregar os malotes do banco e foram liberados a cerca de 5 quilômetros do local, na saída da cidade. Os homens seguiram pela estrada de Sete Placas, no sentido de Coxim.

Banco do Brasil em Pedro Gomes - Sete meses depois, no dia 10 de novembro, o alvo foi a agência de Pedro Gomes, também na região Norte de Mato Grosso do Sul. Depois de invadir e roubar o banco, a quadrilha que também estava fortemente armada, explodiu a agência deixando-a destruída. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions