A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

15/02/2016 15:56

Suspeito de matar empresária tinha vários registros por violência doméstica

Mariana Rodrigues
José Reinaldo Martins Lemes e Sara Zarate estavam separados, mas continuavam se encontrando. (Foto: Reprodução/Facebook)José Reinaldo Martins Lemes e Sara Zarate estavam separados, mas continuavam se encontrando. (Foto: Reprodução/Facebook)

José Reinaldo Martins Lemes, 30 anos, suspeito de matar a empresária Sara Zarate, 52 anos, proprietária do restaurante Cantinho do Peixe, em Bonito, distante 257 quilômetro de Campo Grande, já havia sido denunciado outras vezes por violência doméstica, inclusive um dos registros foi feito pela própria vítima.

A delegada Jennifer Estevam de Araújo, responsável pelo caso, informou ao Campo Grande News que em novembro do ano passado, Sara havia registrado boletim de ocorrência contra José. "Foi arbitrada fiança e ela mesmo pagou para ele sair", afirma a delegada.

Ainda segundo informações da delegada, José já tinha vários outros registros policiais por violência doméstica registrado por outras mulheres, inclusive antes de se envolver com Sara. "Ele era uma pessoa agressiva e ela sabia".

Prisão -José foi preso em flagrante na manhã de hoje (15), logo após o corpo de Sara ser encontrado. Conforme informações de Araújo, a empresária foi morta após uma briga. "Eles estavam na casa dela bebendo com amigos, essas pessoas foram embora e ficaram os dois".

O casal, que estava separado mas continuava se encontrando, acabou se desentendendo, nesse momento, José foi até a cozinha pegou a faca e desferiu vários golpes na vítima. A faca ficou cravada no peito de Sara.

O autor estava em sua casa na rua Projetada, Vila Machado no momento em que foi preso. Ele estava com uma bermuda manchada de sangue e havia acabado de lavar uma blusa de cor azul que estava estendida no varal. O suspeito apresentava lesões na mão.

Ao ser questionado sobre os ferimentos na mão e porque estava sujo de sangue, José acabou confessando o homicídio. O autor deverá responder pelo crime de feminicídio, violência doméstica e familiar.

Crime - O corpo da empresária Sara Zarate, 52 anos, foi encontrado pelo filho dela na manhã desta segunda-feira. A vítima apresentava ferimentos de faca e marcas de violência por todo o corpo.

O filho de Sara chegou para trabalhar e encontrou o corpo da mãe caído e com ferimentos de faca. Sara recebeu golpes de faca na região do pescoço e tórax. A vítima morava nos fundos do restaurante onde foi encontrada morta.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions