A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 13 de Dezembro de 2019

14/10/2019 07:57

Suspeitos de fornecer drogas e armas para o PCC são presos no Paraguai

O braço direito de Levi, Márcio Gayoso, 27 anos, também foi capturado, em Pedro Juan Caballero, cidade vizinha de Ponta Porã

Viviane Oliveira e Helio de Freitas
Levi é considerado um dos principais fornecedores de drogas e armas para a fação criminosa (Foto: divulgação/Senad) Levi é considerado um dos principais fornecedores de drogas e armas para a fação criminosa (Foto: divulgação/Senad)

O brasileiro Levi Adriani Felício, 53 anos, considerado como um dos principais fornecedores de armas e drogas para a facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), foi preso na manhã desta segunda-feira (14), no Bairro Vila Morra, em Assunção, no Paraguai.

Segundo a polícia paraguaia, o braço direito de Levi, Márcio Gayoso, 27 anos, também foi capturado, em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha de Ponta Porã (MS), a 323 km de Campo Grande. Levi e Márcio eram procurados pela polícia do Paraguai e do Brasil.

A operação, denominada Norte, para prender os traficantes foi realizada pela Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) após dois anos de investigação. No luxuoso apartamento de Levi, localizado no 2º andar, foram apreendidos projéteis de vários calibres, armas longas e curtas, veículos, dinheiro e documentos.

Uma mulher de nacionalidade brasileira que estava com Levi também foi detida. O nome dela ainda não foi divulgado. Segundo o site ABC Collor, Levi é suspeito de participar de um ataque ao senador Robert Acevedo, em 2010. 

Armas e munições foram apreendidas na casa de Levi (Foto: divulgação/Senad) Armas e munições foram apreendidas na casa de Levi (Foto: divulgação/Senad)
Márcio também foi capturado nesta manhã (Foto: divulgação/Senad)
Márcio também foi capturado nesta manhã (Foto: divulgação/Senad)
Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions