A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 22 de Junho de 2017

05/12/2014 11:58

Traficante da maior carga de maconha do ano é condenado a 14 anos de prisão

Helio de Freitas, de Dourados
Caminhão carregado de bancos de madeira transportava também 15 toneladas de maconha; apreensão ocorreu em maio (Foto: Eliel Oliveira)Caminhão carregado de bancos de madeira transportava também 15 toneladas de maconha; apreensão ocorreu em maio (Foto: Eliel Oliveira)

Foi condenado a 14 anos de prisão o homem que transportava a maior carga de maconha apreendida neste ano em Mato Grosso do Sul. A droga foi descoberta pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) na BR-163, no município de Dourados, na noite de 18 de maio. A maconha estava escondida entre um carregamento de 3.900 bancos de madeira, transportados em um caminhão VW Titan, com placa de Cianorte (PR).

G.C.A., 34 anos, residente em Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai, conseguiu fugir dos policiais rodoviários se escondendo no mato, mas se apresentou alguns dias depois acompanhado de advogado. O caminhão estava em nome do próprio motorista e a documentação tinha o seu endereço.

Conforme a PRF, o caminhão foi parado na estrada e enquanto os policiais rodoviários que faziam barreira na rodovia verificavam a documentação do veículo o motorista correu para o mato. Os policiais tentaram prendê-lo, mas o homem escapou.

No dia seguinte a carga de bancos foi retirada do caminhão e os policiais encontraram a maconha, que pesou 15,2 toneladas. O caminhão tinha sido carregado em Coronel Sapucaia, cidade que faz fronteira com o Capitán Bado, no lado paraguaio, e seguia para Vitória da Conquista (BA).

Ao site Dourados Agora, o promotor de Justiça João Linhares Junior afirmou que a condenação foi uma resposta rápida da Justiça à sociedade. Segundo ele, cada quilo de maconha estava avaliado em pelo menos R$ 2 mil naquela época, devido à Copa do Mundo de futebol no Brasil e a expectativa de venda do entorpecente a turistas estrangeiros. Com isso, o carregamento poderia render mais de R$ 30 milhões aos traficantes.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions