A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 25 de Março de 2017

13/08/2011 17:15

TRF autoriza permanência de índios em fazenda de Coronel Sapucaia

Aline dos Santos

O TRF 3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região) concedeu aos índios guarani o direito a permanecer em uma área de 2,2 mil hectares em Coronel Sapucaia.

O local é denominado pelos índios de Kurussu Ambá e está em estudo por parte da Funai (Fundação Nacional do Índio). Na disputa pela terra, três indígenas foram mortos.

Conforme o Cimi (Conselho Indigenista Missionário), a área é reivindicada desde 2007. Na ocasião, a indígena Xurite Lopes, 70 anos, foi assassinada.

Meses depois, durante a segunda tentativa de voltar à sua terra, foi morto Ortiz Lopes. Em maio de 2009, Osvaldo Lopes foi assassinado, quando a comunidade fazia a terceira ocupação.

Entre idas e vindas da área, a comunidade viveu acampada em barracos de lona, às margens da MS-284. Em novembro de 2009, os indígenas retornaram pela quarta vez, ocupando uma área localizada nos limites da reserva legal na fazenda Maria Auxiliadora.

Policiais se disfarçam de vendedores e prendem assaltante de relojoaria
A PM (Polícia Militar) prendeu nesta sexta-feira (24) em Dourados - que fica a 233 km da Capital - um rapaz suspeito de participar de dois assaltos a...
Prefeitura abre sindicância para apurar convênio com universitários
Foi aberta uma sindicância pela prefeitura de Rio Brilhante - cidade localizada a 163 km de Campo Grande - para inspecionar o convênio feito entre o ...



O governo federal lava as mãos diante da violação dos direitos constitucionais dos proprietários e mantêm os índios na base do sacolão, na ociosidade. Os organizadores das invasões recebem do exterior para promover as "ocupações", tudo certo e sabido. A Justiça Federal premia e incentiva a violação de direitos quando extermina com os direitos de um proprietário legítimo. Não é na casa dos juízes, nem dos membros do MPF, então é fácil fazer cortezia com chapéu alheio. As áreas invadidas são arrendadas, depredadas, gado exterminado, benfeitorias desmontadas e vendidas. Em Sidrolândia uma plantação de 20 000 pés de laranjas foi colocado gado em cima, é crime em cima de crime. O indigenismo internacional acha lindo, chegaremos à "Nação Guaraní" nas nossas fronteiras, está previsto e anunciado. Tem gente que acha lindo, não é? Quem apóia esquece de onde vem a carne, o leite, o arroz e feijão do dia a dia.
 
Valfrido M. Chaves em 14/08/2011 06:01:02
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions