A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 27 de Maio de 2017

11/06/2015 21:47

Últimos vereadores denunciados na Operação Atenas passam por sessão de cassação

Lúcio Borges

A Câmara Municipal de Naviraí, nesta sexta-feira (12) tem marcada a sessão de julgamento dos últimos cinco vereadores dos treze parlamentares eleitos em outubro de 2012 e empossados no dia primeiro de janeiro de 2013. De diversos partidos, o quinteto é acusado de corrupção e quebra de decoro parlamentar, após ação da Operação Atenas, realizada pelo MPE (Ministério Público Estadual) e Polícia Federal, que colocou todos os mandatários sob as acusações e os levou a serem afastados dos cargos, além da maioria ser preso.

A sessão está marcada para amanhã ás 16 horas, para julgar os vereadores afastados José Odair Galo (PDT), José Roberto Alves (PMDB), Moacir Andrade (PTdoB), Mário Gomes (PTdoB) e Jaime Dutra (PT). Este grupo tinha escapado da primeira denúncia em outubro passado, mas o Ministério Público recorreu e conseguiu inclui-los como réus na ação penal da Operação Atenas, que desvendou o esquema de corrupção montado pelo ex-presidente da Câmara, Cícero dos Santos, o Cicinho do PT – expulso do partido ainda no ano passado.

O quinteto até deveriam ter sido julgado em abril, mas o processo por quebra de decoro foi iniciado sem um pedido legal, apenas com base na denúncia do MP, que não tem legitimidade para propor cassação de um mandato de vereador. Um novo processo foi aberto após representação de um dos suplentes e agora acontece o julgamento.

Processos e cassados

Os cinco vereadores que serão julgados amanhã não chegaram a ser presos no dia da operação, em outubro, como outros. Mas todos são citados nas gravações feitas pela Polícia Federal através de escutas instaladas na Câmara. Eles respondem a processo por organização criminosa.

Diante das denúncias, já foram cassados os mandatos dos vereadores Adriano Silvério (Sdd), Elias Alves (Psol), Carlos Alberto Sanches (Carlão - Sdd), Cícero dos Santos (Cicinho, expulso do PT), Gean Carlos Volpato (PMDB) e Vanderlei Chagas (PR)

A ex-vereadora Solange Melo (Psol) e o ex-vereador Marcus Douglas Miranda (PMN) renunciaram aos seus mandatos, antes de haver o julgamento




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions