A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

19/02/2016 14:29

Universidade cria “Disque Zika” para receber denúncias de foco de mosquito

Helio de Freitas, de Dourados
Desde janeiro UFGD faz trabalho de combate ao mosquito da dengue (Foto: Divulgação)Desde janeiro UFGD faz trabalho de combate ao mosquito da dengue (Foto: Divulgação)

Nesta sexta-feira (19), dia da ‪campanha “Escola sem Zika”, lançada pelo Ministério da Educação, a UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) ativou um serviço para receber denúncias de focos do mosquito Aedes aegypti.

Através do “Disque Zika”, estudantes e servidores da instituição, que tem sede em Dourados, a 233 km de Campo Grande, podem encaminhar fotos e informações sobre a localização de focos do mosquito em qualquer uma das unidades da UFGD para o número (67) 9104-6566, inclusive pelo aplicativo WhatsApp.

De acordo com a assessoria da UFGD, diante da atual proliferação do mosquito e do risco de dengue, febre chikungunya e do zika vírus, a campanha chama a atenção para que os 60 milhões de estudantes, professores e trabalhadores da educação ajudem no combate ao inseto em todo o país.

Segundo a reitoria, as denúncias vão auxiliar nos trabalhos de limpeza realizados pela UFGD, que mesmo sendo frequentes devido à facilidade de proliferação e pela extensão das unidades, podem ser mais específicos através das denúncias.

Desde 25 de janeiro, quando começaram as aulas, a UFGD atua com maior intensidade para acabar com potenciais criadouros do mosquito. Foram feitos mutirões e limpeza nas obras em andamento na Cidade Universitária, para retirada de entulhos, roçada de terrenos e aplicação de larvicida em recipientes que possam acumular água.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions