A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019

06/06/2019 10:21

Universidade Estadual de MS faz eleição para reitor com três candidatos

Votação ocorre durante o dia em 15 unidades universitárias da Uems e sete polos de educação à distância

Helio de Freitas, de Dourados
Alunos votam na eleição para reitor da Uems, nesta quinta-feira, em Dourados (Foto: Eduarda Rosa/Divulgação)Alunos votam na eleição para reitor da Uems, nesta quinta-feira, em Dourados (Foto: Eduarda Rosa/Divulgação)

Três candidatos disputam nesta quinta-feira (6) a eleição para reitor da Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul). A votação ocorre durante o dia e à noite nas 15 unidades universitárias e nos sete polos de educação à distância da instituição. Os horários são diferentes em cada unidade e em algumas cidades os eleitores poderão votar até às 22h.

Adriana Rochas de Carvalho Fruguli Moreira, Esmael Almeida Machado e Láercio Alves de Carvalho disputam o voto de alunos matriculados nos cursos de graduação e pós-graduação, presenciais ou à distância, professores e técnicos administrativos efetivos em pleno exercício de suas funções. São 9.939 votantes, segundo a assessoria da Uems.

Os candidatos concorrem ao cargo ocupado atualmente por Fábio Edir dos Santos Costa, que está no segundo mandato de quatro anos.

Adriana Moreira encabeça a chapa “Inova Uems” e tem como candidato a vice Miguel Ângelo Batista dos Santos. “Uems Presente - a força de quem cresce junto”, é a chapa que tem Láercio Carvalho como reitor e Celi Corrêa Neres como vice-reitora.

Esmael Machado encabeça a chapa “Renovação - juntos vamos fazer mais pela Uems”, e tem como candidato a vice-reitor Lucélio Ferreira Simião. Em caso de segundo turno, a votação ocorre no dia 3 de julho.

Chapa impugnada – Quatro chapas foram inscritas para a eleição da Uems, mas apenas as três que concorrem hoje foram homologadas pela comissão eleitoral.

A candidatura de Roseli Rocha à reitora e de Wilson Brum Trindade Júnior a vice-reitor foi impugnada. A comissão eleitoral apontou falta de documentos exigidos pelo edital.

Os candidatos Láercio de Carvalho, Esmael Machado (centro) e Adriana Moreira, no debate do dia 1º deste mês (Foto: Tony Angelo/Divulgação)Os candidatos Láercio de Carvalho, Esmael Machado (centro) e Adriana Moreira, no debate do dia 1º deste mês (Foto: Tony Angelo/Divulgação)
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions