A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Janeiro de 2019

21/10/2011 16:16

Interpretação e objetividade, eis alguns dos segredos do Enem

Paula Vitorino

Na véspera do Enem, alunos e professor dão dicas sobre exame mais concorrido do país

Alunos fizeram a última revisão para o Enem nesta sexta-feira (21). (Fotos: João Garrigó)Alunos fizeram a última revisão para o Enem nesta sexta-feira (21). (Fotos: João Garrigó)

Ao contrário do que o primeiro pensamento sobre o exame mais concorrido do país remete, os candidatos ao Enem 2011 garantem: a prova não é difícil, o mais importante é a interpretação, aliada a tranqüilidade, e uma boa redação.

“Não é uma prova tão difícil, é mais cansativa. São 90 questões em cada dia e mais a redação”, justifica a estudante Rafaela Caderan, de 17 anos, que vai disputar uma vaga no curso de engenharia ambiental na UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul).

O Enem é realizado neste sábado (22) e domingo (23) em todo o país, e tem início às 12h – horário de Mato Grosso do Sul. No primeiro dia, são 90 questões sobre Ciências Humanas e Ciências da Natureza, com duração de 4h30.

No domingo, as 90 questões são sobre linguagens e matemática, além da redação, com duração total de 5h30.

Para a estudante Camila Chaves, de 17 anos, que já foi treineira no ano passado, a maioria das questões não exigem muitas fórmulas ou regras, mas sim, raciocínio.

“Cai muita regra de 3, por exemplo. É coisa simples, mas são muitas questões no mesmo estilo e aí exige atenção e raciocínio”, explica.

Ela vai concorrer a uma vaga de medicina na UFMS e diz que na última semana de estudos revisou todo o conteúdo do ano passado, além de atualidades.

A estudante Rafaela ainda diz que é importante estar de olho no que acontece no país, pois o Enem traz muitas questões sobre atualidades, situações do dia a dia.

“Você tem que estar por dentro dos assuntos da atualidade, são questões que exigem conhecimento geral”, dá a dica.

O candidato a uma vaga de engenharia civil na UFMS, Kevin Kanashiro, de 17 anos, completa a dica para um bom Enem dizendo que é fundamental ler com cuidados todas as questões. “Vale muito a interpretação das questões, ler com calma cada uma”, diz.

E na hora do estudo, ele confirma a opinião de que a prova não é difícil, mas exige conhecimento sobre os temas abordados.

Mas entre todas as dicas, os estudantes são unânimes em afirmar que uma boa redação é fundamental para ter sucesso no Enem. Para isso, é necessário praticar a escrita e conhecer os temas da atualidade.

Professor ensina, objetividade e leitura dinâmica são segredo para o Enem. Professor ensina, objetividade e leitura dinâmica são segredo para o Enem.

Dica do professor - Na manhã desta sexta-feira (21) o professor Mario Celso Paniago deu a última aula de física e dicas para os alunos do terceiro ano do Colégio Nova Escola alcançarem bons resultados no Enem.

Em coro com os alunos da turma, ele ensina a frase que é tida como segredo para driblar as 180 questões do exame: “É melhor errar rápido, do que acertar demorando”.

Para conseguir responder todas as questões, o tempo médio dedicado para questão deve ser de 3 minutos e meio, diz o professor.

Uma boa dica para não perder tempo nos textos longos das alternativas é saber filtrar as informações, com leitura dinâmica e objetividade.

“As questões do Enem trazem muitos dados, então, o aluno tem que ler e tirar dali o que realmente importa para a questão e não perder tempo com o monte de informação”, diz.

O professor também avisa que o aluno precisa saber fazer uma avaliação da questão, indicando se o nível dela é difícil ou não, para não perder tempo com alternativas simples e depois correr com as mais complexas.

Ele ensina que na área de exatas o que mais vale na hora de responder as questões não são fórmulas ou regras, mas o raciocínio lógico.

“A maioria das questões não exige contas, fórmulas, basta o raciocínio lógico. Às vezes por exclusão das opções de resposta você já mata a questão”, frisa.

O candidato também precisa se organizar durante os dois de dia de prova. A dica é começar sempre pelas questões que ele tem facilidade e deixar as mais difíceis para o final. Já no domingo, o estudante deve escrever primeiro a redação e depois partir para as questões.

Hora de descanso ou pelo menos tentar - Por último, a dica agora é relaxar. Nada de estudo ou cabeça pilhada com a prova. O melhor é tentar manter a calma e poupar o esforço físico e mental para os dois dias de prova.

A aula nas escolas preparatórias para o Enem de Campo Grande terminaram na manhã desta sexta-feira.

Mas como manter a calma às vésperas do exame é tarefa difícil, dentre uma sala de aula do terceiro ano a metade afirma que ainda vale estudar. “De última hora dá tempo de aprender mais alguma coisa”, afirma.

O estudante Luiz Alberto Luft, 16 anos, diz que ainda vai estudar, pelo menos um pouco, até amanhã. “Vou estudar ainda, mas também descansar”, diz.

Mega-Sena acumula e pode pagar até R$ 38 milhões na quarta
Ninguém acertou as seis dezenas da sorte na noite deste sábado (19) e o prêmio da Mega-Sena acumulou em R$ 38 milhões. O próximo sorteio está previst...
OMS lista as 10 principais ameaças para a saúde em 2019
Surtos de doenças preveníveis por vacinação, altas taxas de obesidade infantil e sedentarismo, além de impactos à saúde causados pela poluição, pelas...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions