A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

21/10/2011 16:16

Interpretação e objetividade, eis alguns dos segredos do Enem

Paula Vitorino

Na véspera do Enem, alunos e professor dão dicas sobre exame mais concorrido do país

Alunos fizeram a última revisão para o Enem nesta sexta-feira (21). (Fotos: João Garrigó)Alunos fizeram a última revisão para o Enem nesta sexta-feira (21). (Fotos: João Garrigó)

Ao contrário do que o primeiro pensamento sobre o exame mais concorrido do país remete, os candidatos ao Enem 2011 garantem: a prova não é difícil, o mais importante é a interpretação, aliada a tranqüilidade, e uma boa redação.

“Não é uma prova tão difícil, é mais cansativa. São 90 questões em cada dia e mais a redação”, justifica a estudante Rafaela Caderan, de 17 anos, que vai disputar uma vaga no curso de engenharia ambiental na UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul).

O Enem é realizado neste sábado (22) e domingo (23) em todo o país, e tem início às 12h – horário de Mato Grosso do Sul. No primeiro dia, são 90 questões sobre Ciências Humanas e Ciências da Natureza, com duração de 4h30.

No domingo, as 90 questões são sobre linguagens e matemática, além da redação, com duração total de 5h30.

Para a estudante Camila Chaves, de 17 anos, que já foi treineira no ano passado, a maioria das questões não exigem muitas fórmulas ou regras, mas sim, raciocínio.

“Cai muita regra de 3, por exemplo. É coisa simples, mas são muitas questões no mesmo estilo e aí exige atenção e raciocínio”, explica.

Ela vai concorrer a uma vaga de medicina na UFMS e diz que na última semana de estudos revisou todo o conteúdo do ano passado, além de atualidades.

A estudante Rafaela ainda diz que é importante estar de olho no que acontece no país, pois o Enem traz muitas questões sobre atualidades, situações do dia a dia.

“Você tem que estar por dentro dos assuntos da atualidade, são questões que exigem conhecimento geral”, dá a dica.

O candidato a uma vaga de engenharia civil na UFMS, Kevin Kanashiro, de 17 anos, completa a dica para um bom Enem dizendo que é fundamental ler com cuidados todas as questões. “Vale muito a interpretação das questões, ler com calma cada uma”, diz.

E na hora do estudo, ele confirma a opinião de que a prova não é difícil, mas exige conhecimento sobre os temas abordados.

Mas entre todas as dicas, os estudantes são unânimes em afirmar que uma boa redação é fundamental para ter sucesso no Enem. Para isso, é necessário praticar a escrita e conhecer os temas da atualidade.

Professor ensina, objetividade e leitura dinâmica são segredo para o Enem. Professor ensina, objetividade e leitura dinâmica são segredo para o Enem.

Dica do professor - Na manhã desta sexta-feira (21) o professor Mario Celso Paniago deu a última aula de física e dicas para os alunos do terceiro ano do Colégio Nova Escola alcançarem bons resultados no Enem.

Em coro com os alunos da turma, ele ensina a frase que é tida como segredo para driblar as 180 questões do exame: “É melhor errar rápido, do que acertar demorando”.

Para conseguir responder todas as questões, o tempo médio dedicado para questão deve ser de 3 minutos e meio, diz o professor.

Uma boa dica para não perder tempo nos textos longos das alternativas é saber filtrar as informações, com leitura dinâmica e objetividade.

“As questões do Enem trazem muitos dados, então, o aluno tem que ler e tirar dali o que realmente importa para a questão e não perder tempo com o monte de informação”, diz.

O professor também avisa que o aluno precisa saber fazer uma avaliação da questão, indicando se o nível dela é difícil ou não, para não perder tempo com alternativas simples e depois correr com as mais complexas.

Ele ensina que na área de exatas o que mais vale na hora de responder as questões não são fórmulas ou regras, mas o raciocínio lógico.

“A maioria das questões não exige contas, fórmulas, basta o raciocínio lógico. Às vezes por exclusão das opções de resposta você já mata a questão”, frisa.

O candidato também precisa se organizar durante os dois de dia de prova. A dica é começar sempre pelas questões que ele tem facilidade e deixar as mais difíceis para o final. Já no domingo, o estudante deve escrever primeiro a redação e depois partir para as questões.

Hora de descanso ou pelo menos tentar - Por último, a dica agora é relaxar. Nada de estudo ou cabeça pilhada com a prova. O melhor é tentar manter a calma e poupar o esforço físico e mental para os dois dias de prova.

A aula nas escolas preparatórias para o Enem de Campo Grande terminaram na manhã desta sexta-feira.

Mas como manter a calma às vésperas do exame é tarefa difícil, dentre uma sala de aula do terceiro ano a metade afirma que ainda vale estudar. “De última hora dá tempo de aprender mais alguma coisa”, afirma.

O estudante Luiz Alberto Luft, 16 anos, diz que ainda vai estudar, pelo menos um pouco, até amanhã. “Vou estudar ainda, mas também descansar”, diz.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions