A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

07/06/2010 16:00

Jovem diz que iria guardar arma que matou amigo em festa

Redação

Já dura mais de duas horas o depoimento de Guilherme Henrique de Andrea, de 22 anos, que na sexta-feira, durante uma festa, matou o amigo Ítalo Marcelo de Brito, de 27 anos, com uma arma da Polícia Civil que estava na viatura da Corporação usada pelo pai de Guilherme, o investigador Pedro Wlademir de Andrea, 40 anos.

O advogado que representa o jovem, Elói de Oliveira da Silva, saiu há pouco da sala e contou parte da versão do rapaz. Segundo ele, Guilherme disse que havia chegado à casa onde ocorria a festa, no bairro Piratininga, meia hora antes do crime e que tinha ido até a viatura buscar a arma usadsa pelo pai para ser guardada, para evitar "uma tragédia".

Neste momento, segundo o advogado, a vítima se aproximou de Guilherme e brincou com ele, abraçando-o e a arma acabou disparando.

A versão contrasta com a de familiares de

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions