A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 17 de Agosto de 2018

12/05/2016 07:31

Judiciário de MS passará a propor tratamento a vítimas e abusadores de crianças

Fernanda Mathias

Convênio que será assinado na manhã desta quinta-feira (12) no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul vai possibilitar acompanhamento psicológico e tratamento não só a crianças e adolescentes vítimas de abuso, mas também aos supostos agressores.

A metodologia, chamada Constelação Familiar, é considerada inovadora crianças e adolescentes, vítimas ou testemunhas de abuso e crimes, receberão atendimento em uma abordagem sistêmica ao reconstruir a árvore genealógica de cada indivíduo, para que se possa analisar se os problemas atuais são frutos ou reprodução de problemas ou situações transgeracionais.

O convênio será assinado com os especialistas Dra. Olga Simone Almeida de Paulo Lima, do Instituto de Atendimento Psicológico (IAP), e Dr. Amilton Plácido da Rosa

Ainda de acordo com o TJ, a técnica será aplicada em casos de adolescente em conflito com a lei, que participarão de dinâmicas junto com seus familiares, revelando sensações e sentimentos profundos, desvendando imagens internalizadas nos bloqueios do fluxo amoroso que possam ter ocorrido nesta ou em gerações anteriores, de forma a serem vistos e removidos.

Sobre a metodologia – O método psicoterapêutico de abordagem sistêmica foi desenvolvido pelo psicoterapeuta alemão Bert Hellinger e tem como foco o sistema familiar, pois a família, desde a primeira geração, é uma espécie de rede em que todos os integrantes estão conectados, mesmo que não se conheçam ou tenham vivido na mesma época.

Assim, questões mal resolvidas em uma família podem conduzir seus integrantes – mesmo aqueles que não têm ou tiveram nada a ver com o problema – a um redemoinho de dor, sofrimento, tristeza e até solidão.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions