A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 14 de Dezembro de 2019

01/12/2018 12:38

Juiz condena ex-assessor de Odilon à prisão por sumiço de dinheiro

Jedeão de Oliveira foi por 21 anos funcionário de confiança do juiz Odilon de Oliveira

Anahi Zurutuza
Jedeão de Oliveira posa para foto (Foto: Arquivo pessoal/Facebook)Jedeão de Oliveira posa para foto (Foto: Arquivo pessoal/Facebook)

A Justiça Federal condenou ex-servidor Jedeão de Oliveira a 41 anos, 3 meses e 8 dias de prisão no processo que o acusa ter desviado dinheiro apreendido dos cofres da 3ª Vara Federal Criminal de Campo Grande. A sentença do juiz Dalton Igor Kita Conrado, da 5ª Vara Federal de Campo Grande, é desta sexta-feira (30).

Jedeão foi por 21 anos funcionário de confiança do juiz Odilon de Oliveira, hoje aposentado, mas que comandava a 3ª Vara. Ele responde a um total de 26 acusações de peculato e admite ter cometido um crime, "fraudado um documento", nas palavras do advogado dele José Roberto Rodrigues Rosa, conforme matéria publicada pelo Campo Grande News no dia 16 de agosto.

 

O ex-servidor chegou a tentar um acordo de delação premiada, mas o MPF (Ministério Público Federal) negou.

A ação também cobra R$ 10,6 milhões de Jedeão, mas o juiz deu decisão parcial em relação às acusações. O ex-assessor foi absolvido de três acusações.

As condenações são baseadas nos artigos 312 e 327 do Código Penal, que consideram criminoso o funcionário público que comete crime quando desvia dinheiro ou qualquer bem para o bem próprio. 

Pela decisão, Jedeão também terá de pagar 196 dias-multa em valor correspondente a 1 trigésimo do salário mínimo vigente na época que ocorreram os crimes. O valor não foi calculado.

A reportagem tentou contato com o advogado do réu, mas ele não atendeu as ligações. Como se trata da primeira decisão, a defesa ainda poderá recorrer.

Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions