A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

22/03/2010 16:57

Juiz nega pedido para não cobrar ingresso na Expogrande

Redação

A Justiça Federal negou pedido do MPF (Ministério Público Federal) para suspender a cobrança de ingresso, no valor de R$ 10 a R$ 16, durante a 72ª Expogrande. Ontem, o procurador da República, Ramiro Rockenbach da Silva Matos Teixeira de Almeida, recorreu ao TRF3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região) contra a decisão de primeira instância.

O MPF alegou que a Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul) recebeu R$ 1,010 milhão do Ministério do Turismo para a realização do evento. Parte do dinheiro foi destinado para custear os shows, orçado em aproximadamente R$ 600 mil.

"Notória a abusividade no ato de cobrança de ingressos em evento cultural no qual os cofres públicos federais, portanto a população, aportou mais de R$ 1 milhão. Nada mais despropositado", ressaltou o procurador na ação.

Ele ingressou com o processo após representação do DCE (Diretório Central dos Estudantes) da Faculdade Estácio de Sá contra a Acrissul e a JPL 3 Produções, de Pedro Paulo e Valter Júnior.

"Shows de artistas, que superam o valor de 600 mil reais, além de serviços como segurança, limpeza, sonorização, iluminação, locação de tendas, entre outros, estão entre os itens presentes no Plano de Trabalho do Ministério do Turismo e que seriam todos custeados com dinheiro público", argumentou Ramiro Almeida.

Custo - Na ação, o procurador listou o valor pago por cada um dos shows da Expogrande: Alex & Ivan (R$ 25 mil), Camila Prades e Henrique (R$ 26 mil), Marcos e Belutti (R$ 38 mil), Banda Só Modão (R$ 38 mil), Munhoz e Mariano (R$ 40 mil), Seu Jorge (R$ 71 mil), Michel Teló e banda (R$ 73 mil), Vitor e Leo (R$ 80 mil), Bruno e Marrone (R$ 80 mil), Banda Djavu e DJ Portal (R$ 80 mi) e Luan Santana (R$ 80 mil).

Além disto, o MPF listou todos os gastos com banheiros químicos, tendas, sonorização, limpeza e estandes no Parque de Exposições Laucídio Coelho.

O procurador ainda enviou ofício ao Ministério do Turismo cobrando providências para o alto valor do ingresso cobrado na Expogrande. Somente hoje e amanhã não será cobrado pelo ingresso.

UFMS divulga edital do vestibular para ingresso em cursos de graduação
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) divulgou, nesta segunda-feira (18), edital do processo seletivo do vestibular para ingresso em cu...
IFMS oferece 200 vagas para cursos técnicos e inscrições findam em janeiro
Interessados em realizar cursos técnicos podem participar de seleção no IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul). São oferecidas 200 vagas na m...
Aplicativo enviará à CGU denúncias de agressão e discriminação a pessoas LGBTI+
O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União recebe, a partir de hoje (18), denúncias feitas pelo aplicativo TODXS, relativas à discr...
TSE: regras eleitorais deixam dúvidas sobre fake news e autofinanciamento
O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou hoje (18), por unanimidade, as 10 resoluções que irão regular as eleições de 2018, mas ainda ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions