A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

03/09/2009 09:28

Juíza marca audiência para discutir despejo de índios

Redação

A juíza da 2ª Vara Federal de Dourados, Kátia Cilene Balugar Firmino, marcou para o dia 10 deste mês, às 14h, uma audiência entre representantes da Funai, do MPF (Ministério Público Federal) e dos proprietários da fazenda Santo Antonio de Nova Esperança, localizada em Rio Brilhante. O objetivo é discutir a desocupação da área, ocupada desde fevereiro de 2008 por 130 índios guarani-kaiowá.

No dia 24 de agosto, a desembargadora Marli Ferreira, presidente do TRF (Tribunal Regional Federal) da 3ª Região, em São Paulo, determinou à Justiça Federal em Dourados que requisite força policial, se necessário, para garantir o despejo dos índios, e ratificou a obrigação da Funai em arrumar outra área para a instalação das famílias indígenas.

Na segunda-feira, o advogado Mário Julio Cerveira, um dos proprietários da fazenda, encaminhou documento à juíza da 2ª Vara Federal, solicitando cumprimento da decisão do TRF.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions