ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, DOMINGO  27    CAMPO GRANDE 30º

Cidades

Júri de médico que matou colega a tiros será em outubro

Por Redação | 28/08/2009 13:58

Está marcado para 26 de outubro o júri popular do médico paraguaio Miguel Angel Carballar Arevalos, que no dia 21 de março de 2007 matou o colega Ademir Aparecido Pimenta dos Reis, a tiros. O júri seria realizado inicialmente nessa quinta-feira, mas foi adiado.

O crime aconteceu na MS- 473, que liga os municípios de Taquarussu e Nova Andradina. Ademir, uma psicóloga e uma enfermeira que estavam no veículo, estavam em um Citroen, quando foram atingidos por tiros.

Ademir era o condutor do veículo e morreu. As outras duas profissionais de saúde ficaram feridas.

O atentado foi arquitetado e executado por Miguel Angel, com ajuda do vigilante Wandir Roque e da enfermeira Fátima Gonçalves. Os três foram presos no dia seguinte ao crime. Miguel Angel confessou o assassinato.

Quando a prisão foi efetuada, as investigações apontavam para duas possibilidades: a de que Miguel Angel matou o colega para assumir o emprego dele e de que Adermir teria denunciado o médico paraguaio por uso de falso diploma. Os dois médicos trababalhavam em Taquarussu.

Regras de comentário