A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

19/08/2010 12:12

Júri de réus por morte de jovem em Dourados é cancelado

Redação

Foi cancelada a sessão de julgamento dos réus pela morte de Luanna Palácio Ribas, assinada no dia 14 de setembro de 2008, em um bar de Dourados. O júri estava marcado para hoje, a partir das 13, mas foi cancelado.

Luanna tinha 19 anos e morreu com um tiro na cabeça. Os acusados do crime são Giliard Silva Souza, 20 anos, que apertou o gatilho em direção ao grupo de pessoas e matou Luanna, e Rafael Lima Pinheiro, 23 anos, que pilotava a moto onde eles estavam.

As investigações apontaram que Gilliar diparou contra os seguranças do "Sítio Chopperia", em que queria dar um "susto". O crime provocou comoção à época na cidade. Hoje, para a família, a espera é por punição dos culpados.

"Nós só queremos justiça. Eu, como pai, e os demais familiares e amigos da Luanna só esperam que a lei seja cumprida e que esses criminosos sejam condenados por tirarem a vida de uma pessoa inocente que só queria viver e ser feliz. Mas esses criminosos tiraram dela o direito de viver, o direito de ter uma família, de ter um filho", afirmou Dalberto Ribas, pai de Luanna, ao comentar o júri, quase dois anos após o crime.

"Por muito tempo choramos a morte da nossa Luanna e até hoje as lágrimas rolam e sentimos um nó na garganta quando lembramos dela. Mas hoje nosso sentimento é de esperança que a lei seja cumprida. Acreditamos nas leis, nas autoridades e na consciência das pessoas de bem de nosso país. Justiça, é isso que todos nós que amamos a Luanna queremos", prosseguiu o pai.

O pai de Luanna rebateu afirmações atribuídas ao advogado de defesa de que foram feitas ameaças aos criminosos. "Sabemos muito bem que a defesa foi contratada para tentar ao menos amenizar a pena desses criminosos que tiraram a vida da minha filha e que para atingir esses objetivos usa de todas as estratégias disponíveis. Mas não podemos aceitar que os criminosos sejam colocados na posição de vítimas. A população de Dourados sabe muito bem que são os criminosos e quem é a vítima desse crime bárbaro. Os criminosos vão estar no banco dos réus nesta sexta-feira. A vítima é minha querida e amada filha que perdeu a vida pelas mãos dessas pessoas".

O motivo do cancelamento do júri dos dois acusados não foi informado.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions