A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

17/07/2008 14:21

Júri de trio que matou PF deve terminar na madrugada

Redação

Deve terminar somente na madrugada o júri popular dos três acusados de matar o policial federal Fernando Luís Fernandes. O julgamento é realizado desde às 9 horas no Tribunal do Júri da Justiça Federal e é presidido pelo juiz Dalton Igor Kita Conrado.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Agentes da Polícia Federal, Jorge Luís Ribeiro Caldas da Silva, que acompanha a sessão, pela manhã o juiz ouviu os acusados, agora à tarde são ouvidas as testemunhas de acusação e segundo ele, por volta de 17,18h, deve começar os debates entre acusação e defesa.

Conforme o decorrer do julgamento, o juiz pode suspender a sessão e voltar o júri amanhã pela manhã. Familiares e amigos acompanham o julgamento de Pedro Alves Pacheco, Roher Pacheco e Wild Pacheco, pai e dois filhos.

Eles são acusados de matar a tiros o policial federal em 13 dezembro de 1989 na Rua Eduardo Santos Pereira, em Campo Grande. Fernando estava com um colega de campana em um veículo, fazendo investigações sobre contrabando.

Os três atiraram no veículo, sendo que Fernando foi atingido no peito. O outro policial ficou ferido e sobreviveu.

Esta é a segunda vez que o trio é levado a júri popular. O julgamento realizado em 2002 foi cancelado. O policial integra a galeria de heróis do Departamento de Campo Grande e, como homenagem póstuma, dá nome à rua em que fica a sede da Superintendência da PF na Capital.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions