A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

04/12/2013 15:14

Justiça federal suspende leilão de produtores para formar milícia

Edivaldo Bitencourt e Lidiane Kober
Movimentos sociais foram ao Fórum da Justiça Federal para protestar contra leilão, previsto para sábado (Foto: Cleber Gellio)Movimentos sociais foram ao Fórum da Justiça Federal para protestar contra leilão, previsto para sábado (Foto: Cleber Gellio)

A Justiça Federal de Campo Grande concedeu liminar, na tarde desta quarta-feira (4), e suspendeu o Leilão da Resistência, organizado pelos produtores rurais. O pedido foi feito pelos movimentos sociais, que alegaram o acirramento do clima de violência no campo.

A juíza da 2ª Vara Federal, Janete Lima Miguel, concedeu liminar e determinou a suspensão do leilão previsto para arrecadar fundos para a contratação de seguranças e compra de armas para proteger as propriedades rurais das invasões indígenas.

Até ontem, a Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul) já tinha arrecadado mais de mil animais, de galinhas a bovinos, para vender no sábado. A expectativa era arrecadar R$ 1 milhão com o leilão.

Para o presidente da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), Roberto Botarelli Cesar, a decisão barra a contratação de milícias armadas nas fazendas. “A liminar restabelece a ordem, a paz e a segurança no campo”, frisou o sindicalista, que está no Fórum da Justiça Federal acompanhado de lideranças indígenas e do vereador Zeca do PT.

Ele disse que o pedido para suspender o leilão foi feito ontem. Na tarde de hoje, índios foram à Justiça federal para defender a suspensão do leilão.

O presidente da Acrissul, Chico Maia, rebate que o leilão tenha o objetivo de contratar milícias. Ele disse que o objetivo é arrecadar fundos para defender os produtores rurais. Além de seguranças, eles pretendiam reforçar as campanhas e realizar a defesa dos produtores rurais em ações na Justiça.



FETEMS: Nos façam um favor, cuide de seus professores, pelo que se sabe a profissão está desvaloriza e em baixa no mercado. Vocês, o CIMI, e outra ONG's, só atrapalham o encaminhamento natural das coisas. Nossos índios, tem representantes o suficiente competente para cuidar dos interesses deles.
MM. Sra. Juíza, de ofício mesmo, como cidadã, peça providencias ao Governo Central que se resolve essa eterna situação, pois tá se eternizando tal como a seca do Nordeste.
 
Sílvio Pedro em 05/12/2013 16:28:44
Isso é uma palhaçada, agora as pessoas não tem nem direito de se defender de ataques?
Que eu saiba esse leilão era pra juntar dinheiro para se defender, e não atacar as pessoas.
Mas esse é o Brasil do PT, né?
Imparcialidade sempre.
 
Luana Perez em 05/12/2013 09:14:51
prq nao pegam logo o ms e fazer o que fizeram com roraima entrega na mao dos indios e pronto, ai quebra o estado de uma vez e ai sim acaba com esses corrPTos que som pensam em populismo barato e a custa de quem que trabalhar e produzir de verdade.
 
paulo dias em 05/12/2013 09:08:06
É engraçado mesmo, como citou alguns colegas acima. Mas o mais engraçado é que tanto os Índios quanto os Sem terra, ninguém quer terras na Amazônia, só querem terra no PR, SP, MG, GO, MT, MS e só terras produtivas.
Eu concordo com a Juíza que o Leilão serviria apenas para financiar a matança. Mas já que os produtores não podem contratar sua segurança, cadê o Estado para coibir esse até hediondo contra quem está no campo produzindo alimentos para esse grande país, cadê os direitos humanos dos produtores rurais?.
Índios e Sem terras não produzem alimentos nem para eles. Só querem terra, para poderem vender madeira e metais preciosos e os Sem terras para vender aos próprios produtores rurais que irão trabalhar a terra para depois virem os próprios Sem Terras e os Índios invadirem.
 
EVALDO OLIVEIRA em 05/12/2013 08:57:00
ESSA É A ATUAL "REPÚBLICA SOCIALISTA BOLIVARIANA" QUE VIVEMOS!...O BRASIL ESTÁ UMA VERGONHA.
 
Paulenir de Barros em 05/12/2013 08:23:51
O Zeca é um dos maiores latifundiários do Estado e fica fazendo figuração... Palhaçada
 
Carlos Magno em 05/12/2013 08:15:05
É difícil mesmo. Os proprietários de terras são os que trabalham para alimentar a fome dos índios, de todo o resto da população e acabam sendo prejudicados mais uma vez. Índios e sem terras não querem trabalhar.
 
Eutáquio S Mascarenhas em 05/12/2013 08:09:35
O PAÍS SE TRANSFORMOU EM UM ENORME CIRCO, ONDE OS PALHAÇOS É QUE FICAM SENTADOS ASSISTINDO AO SHOW. QUANDO SERÁ O ENCERRAMENTO DESSE "ESPETÁCULO"?
 
ARAL CARDOSO em 05/12/2013 07:51:39
a Fetems tem que se procupar com a educação, os produtores rurais tem todo o direito de se defender
 
marcelo delalibera em 05/12/2013 07:37:09
Democracia, é um sistema político em que o povo que constrói o País acessa os poderes e rege as leis que forma a sociedade.
Pessoas portadoras de patologia que sucumbi suas vidas a um estado pleno de angustia sempre estão galgando posições de poder politico para terem acesso na transformação de vida das pessoas, quando fazem isso é para disseminar de maneira forçada os efeitos da doença aos demais, dessa forma aliviam suas dores, Fazendo de conta que todos sofrem do mesmo mal que eles.
No Brasil, nunca houve realmente sistema democrático, sequer o conhecimento do real significado da palavra Democracia. Temos duas misturas que caminham lado a lado, a Psicopatacracia e a Créptocracia - (Uma não subsiste sem a outra) – E que são de caráter dinástico.
 
Carlos Carneiro em 04/12/2013 21:24:22
Esse estado tem q ser industrializado imediatamente....... chega dessa cultura de pecuária e agricultura que só enchem os bolsos dessas famílias, me admiro o governo esse Zeca ta envolvido nisso onde ja se viu leiloes pra contratar seguranças, devemos contratar o PCC para acabar com a corrupção no pais
 
humberto oliveira bueno em 04/12/2013 21:23:35
Se fez justiça. Criar milícia armada só no rio de janeiro. "Não! Não é o que vc tá pensando! O leilão seria pra armar o espirito de jagunços!- Chico Maia-" Ta gravado da Tv dos fazendeiros vc e o Jonathan Barbosa, até ontem de boca cheia e acima da lei afirmavam que iriam fazer isso!!! Agora o MPF deverá abrir investigação e indiciar os envolvidos por formação de quadrilha e por incitamento a guerra armada e genocídio. E o Zeca? Que faz ali? Depender de políticos, os indígenas tão lascados!! A riquíssima AGRISSUL e FAMASUL deveriam ter vergonha na cara e devolver as galinhas e porcos pros chacareiros se alimentarem. DPF neles!!! PAZ NO CAMPO! DEMARCAÇÃO JÁ!
 
samuel gomes-campo grande ms em 04/12/2013 21:16:58
Leilão para arrecadar dinheiro? Como se já não fossem ricos o suficiente para bancar qualquer que seja a "segurança", ai ai esses latifundiários necessitam de tantos recursos que chego a ter pena!
 
Yan Corrêa de Oliveira em 04/12/2013 20:20:45
Porque a fetems não entrou na justiça quando o pt era governo e desviou milhões via secretaria de comunicação, esse povo faz politica usando os mais pobres como pretexto, cuidado o Joaquim Barbosa está de olho nos corruptos.
 
antonio carlos sisti em 04/12/2013 18:45:57
Parabéns Exma. Juíza!!! A senhora acaba de colaborar com uma tremenda injustiça que acontece em nosso estado e país. Índios e sem terras dominando tudo, o verdadeiro banditismo toma conta do poder, e quem da o sangue para alimentar, inclusive a sra, fica a mercê de vagabundos que contam com interesses obscuros. Vergonha do Brasil!!
 
Paulo Régis em 04/12/2013 18:40:18
ISSO TÁ UM PALHAÇADA, O GOVERNO NÃO RESOLVE NADA E QUER IMPEDIR AS PARTES ENVOLVIDAS DE SE PREPARAREM, VOCE ACHA QUE OS FAZENDEIROS PRECISAM MESMO DO LEILÃO? SE ELES QUISEREM CONTRATAR SEGURANÇA ELES CONTRATAM, TODOS SÃO RICOS.
 
maximiliano nahas em 04/12/2013 17:55:06
Chega ser hilário kkk, Chico Maia amigão do Zeca e Delcídio eleitor do PT chefe dos produtores kkkkk, "nunca antes visto neste país" se viu tantas contradições kkkk, serve a 02 senhores.
 
joão afonso em 04/12/2013 16:56:50
UFA!!
 
Alan Fredy em 04/12/2013 16:44:33
Finalmente barraram esse financiamento para bancar matança. Pelo manos temos juízes com discernimento e pensamento humanitário.
 
Emerson Torres em 04/12/2013 16:12:45
Quando é para o lado dos produtores rurais as decisões não saem de forma nenhuma, isto é ser imparcial, não é o carater da justiça, pois ela e cega e neste momento esta vendo um lado só.
 
diogenes domingues em 04/12/2013 15:50:18
Restabelece a ordem???? Só pode ser pegadinha.
 
Ronaldo Castor em 04/12/2013 15:47:19
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions