A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

07/11/2010 08:33

Ladrões agridem avós e garoto de 3 anos em assalto

Redação

Bandidos invadiram ontem uma casa no centro de Campo Grande, roubaram aparelhos eletrônicos e fugiram no carro da família, levando os proprietários e o neto de 3 anos como reféns. O avô, de 46 anos, contou à Polícia que ele, a esposa e o menino foram agredidos a coronhadas e chutes e abandonados em um matagal próximo a um córrego no Jardim Colibri.

Além das agressões, neto e avós foram ameaçados com uma arma, que chegou a ser enconstada no rosto dos dois, segundo o relato feito à Polícia Civil. O assalto envolveu pelo menos 4 ladrões.

Conforme o boletim de ocorrências, dois bandidos invadiram a casa por volta das

16h30. Fizeram o dono, a esposa e a criança se deitarem no chão, sob ameaça de arma, e exigiram jóias e dinheiro, ameaçando matar todos na casa. Acabaram pegando equipamentos eletrônicos como celular, televisão, aparelho de som e DVD, além da cadeirinha do bebê

Na sequência, conforme relato à Polícia Civil, um dos homens ligou para um terceiro, que levou cerca de 20 minutos para chegar até a casa. Os objetos roubados foram colocados no carro da família e o casal e o neto foram levados como reféns.

O ladrão que chegou depois dirigiu o carro, uma S-10 preta, placas HSE-6526, em direção à saída para Três Lagoas. No meio do caminho, houve discussão entre os ladrões e eles decidiram voltar para a cidade.

Violência - Levaram então, avô, avó e neto no matagal próximo ao bairro Colibri, onde ficaram com os dois homens que invadiram a casa e o que dirigia o carro deixou o local.

Cerca de uma hora depois, um quarto ladrão chegou ao local e foi aí que aconteceram as agressões físicas ao menino e ao casal. Ele reclamou que o veículo havia parado de funcionar e exigiu o segredo para que voltasse a andar.

Após as agressões, a vítima foi amarrada, com o neto no colo. A ordem dada foi para que ficassem no local até a madrugada pois a Polícia estava a sua procura e se ambos saíssem do local antes da hora os bandidos iriam matá-los.

Após sair do cativeiro, o avô acionou os policiais e foi até a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) registrar a ocorrência. O registro só foi feito pouco antes da meia-noite. Não há informações ainda sobre os bandidos e o carro roubado.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions