A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

21/10/2008 09:10

Ladrões furtam R$ 3 milhões no MT e são flagrados em MS

Redação

Acusados de furtar R$ 3 milhões, que estavam em um veículo Honda Fit na garagem de um prédio residencial em Cuiabá (MT), três ladrões foram flagrados em Mato Grosso do Sul, na semana passada. Parte do montante furtado foi recuperado, no entanto, a polícia tem uma missão ainda mais complexa: identificar o dono do dinheiro, que não registrou boletim de ocorrência para comunicar o caso.

Em operação realizada de 10 a 14 de outubro, em Mato Grosso do Sul, foram presos: Marcelo Soares Silva e os irmãos Wilmar da Silva Souza e Anderson Ferreira da Silva.

Marcelo foi flagrado com uma carreta Mercedes Benz em Fátima do Sul, município distante 242 quilômetros de Campo Grande, enquanto os irmãos Wilmar e Anderson foram capturados na Avenida Afonso Pena, na Capital, com um Fiat Stylo e um Golf.

Somados os valores dos três veículos, estima-se que os ladrões tenham usado cerca de R$ 600 mil nas aquisições. Eles também compraram imóveis em Campo Grande e Cuiabá, que contabilizam aproximadamente R$ 300 mil.

De acordo com o delegado da Delegacia Anti-Seqüestro e Investigações Especiais de Cuiabá, Luciano Inácio da Silva, os três confessaram autoria no furto e revelaram detalhes da ação. Um integrante do grupo está foragido e pode estar com o restante do dinheiro furtado.

Na madrugada do dia 17 de julho, o grupo furtou da garagem do prédio o Honda Fit que tinha dez caixas com dinheiro. Desde então, começou a fazer compras de veículos e imóveis, o que despertou a atenção da polícia, que investigava um assalto a banco na cidade.

A polícia descobriu que dois dos autores haviam comprado uma casa em Campo Grande, usada como esconderijo, e acionou o Garras (Grupo Armado de Repressão e Resgate a Assaltos e Seqüestros), que deu suporte às investigações.

A partir da prisão do trio, a polícia descobriu que o foragido era quem sabia da existência do dinheiro no carro. Ele havia trabalhado na construção no prédio, inaugurado recentemente, e tinha acesso ao residencial.

Ele viu o carro na garagem, abriu e viu uma caixa com R$ 50 mil. Foi o foragido que entrou em contato com Marcelo e combinou a ação. Entretanto, quando furtaram o veículo, uma surpresa: outras nove caixas de papelão estavam escondidas no carro e somadas contabilizavam R$ 3 milhões.

O próximo passo da investigação é identificar o dono do dinheiro. Até o momento, o delegado conseguiu descobrir que o carro Honda Fit, onde o dinheiro era escondido, está em nome do empresário Air Bom Despacho, proprietário da SME Engenharia.

Segundo o delegado, o empresário vai prestar depoimento esta semana. Luciano Inácio da Silva explica que a polícia não encontrou o registro da ocorrência de furto e, portanto, o depoimento será fundamental para esclarecer o caso.

Matéria veiculada pela Folha On Line revela que o empresário é irmão da ex-deputada federal Celcita Pinheiro (DEM), que é secretária de Ação Social na administração do prefeito Wilson Santos (PSDB), candidato à reeleição em Cuiabá.

Os três presos em Mato Grosso do Sul foram liberados na segunda-feira, data em que expirou a prisão temporária expedida contra eles.

Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...
MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions