A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

30/03/2010 09:53

Lei antifumo começa a valer hoje em Campo Grande

Redação

A lei antifumo, sancionada pelo prefeito Nelsinho Trad (PMDB) em dezembro do ano passado, entra em vigor a partir de hoje na Capital. Os fumantes não poderão fazer uso de cigarros, cigarrilhas, cachimbos e charutos dentro de espaços coletivos, como lanchonetes, boates, restaurantes, supermercados, padarias, praças de alimentação, ambientes de trabalho, estudo, casas de espetáculos, áreas comuns de condomínios, transporte coletivo, viaturas e táxis.

A lei também diz que deverão ser afixados cartazes informando sobre a proibição. Se o fumante insistir em acender o cigarro, deve ser alertado para sair do local. Inclusive, caso seja necessário, é previsto auxílio de força policial.

O vendedor Roberto Alves, 30 anos e fumante desde os 18, disse que o bar onde costuma ir durante o final de semana já o alertava que a partir do dia 30 seria proibido acender seu cigarro no local.

"O pessoal do bar me avisou que seria proibido a partir de hoje. Agora vou tomar minha cerveja em casa", brincou.

Estatísticas mostram que tabagismo é responsável por 200 mil mortes por ano no Brasil, quase 23 por hora, de acordo com o Ministério da Saúde, dados que deram origem a leis antifumos em todo o País, começando por São Paulo, a maior cidade brasileira.

O fumo também está associado a 25% das doenças vasculares, incluindo derrame cerebral, e a 25% das mortes causadas por angina e infarto do miocárdio, 90% dos casos de câncer do pulmão e 30% das mortes decorrentes de câncer na laringe, faringe, boca, esôfago, pâncreas, rim, bexiga e colo do útero.

Para a aposentada

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions