A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

20/10/2008 21:35

Lei pode restringir atividades de empresas de vigilância

Redação

De olho na prestação de serviços de empresa de segurança eletrônica, o SIESE/MS (Sindicato das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança de Mato Grosso do Sul) vai iniciar uma campanha de esclarecimento da população para que só contrate as empresas que já tenham o Certificado de Regularização emitido pela Sejusp (Secretaria de Segurança Pública de MS).

Para ter o certificado, a empresa precisa cumprir uma série  exigências técnicas, previstas na lei estadual 2.980/2005, que em fevereiro desse ano regulamentada através do decreto 12.512 , publicado na edição do Diário Oficial.

Cinco mil imóveis em Campo Grande têm segurança eletrônica realizada por 60 empresas, das quais apenas 12 cumprem integralmente as exigências da lei estadual. 

Pela legislação estadual, só poderão continuar no mercado as empresas legalmente constituídas e que tenham o certificado expedido pela Secretaria de Segurança Pública.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions