A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

13/08/2008 11:16

Leilão teve 18 lotes embargados minutos antes do pregão

Redação

Momentos antes do início do 1º Leilão da Vara de Lavagem de Dinheiro do Estado, 18 dos 73 lotes foram embargados e consequentemente retirados da lista. Entre os lotes embargados estava um condomínio com nove apartamentos no Bairro Cidade Jardim, em Campo Grande, e uma mansão no Nasa Park, em Jaraguari. O leilão aconteceu auditório do prédio da Justiça Federal de Mato Grosso do Sul.

Foram quase 3 milhões a menos do total de R$ 19,7 milhões divulgados pela desembargadora federal Marli Ferreira, presidente do TRF (Tribunal Regional Federal, da 3ª Região).

De acordo com a empresa Serrano, responsável pela realização do leilão, todos os lotes estão livre de impostos como IPTU e IPVA e hipotecas junto a bancos, porém o arrematados arca com multas e com os custos da transferência.

O arrematador tem que pagar na hora 5% do valor do lance final para o leiloeiro e tem 15 dias para pagar o valor do lote. Mas tomar posse do produto arrematado somente após a liberação da justiça que pode levar de um a 50 meses, informou Maria Fisher, leiloeira.

Já no caso dos imóveis ocupados, a responsabilidade pela desocupação é de quem arrematou. 

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions