A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

24/01/2018 16:25

Licitação atrasa, PRF devolve dinheiro e obra na BR-060 continua parada

Serviços seriam retomados em fevereiro com orçamento de R$ 868 mil

Osvaldo Júnior
Obras inacabadas do posto da PRF na rodovia BR-060, em Sidrolândia (Foto: Saul Schramm) Obras inacabadas do posto da PRF na rodovia BR-060, em Sidrolândia (Foto: Saul Schramm)

Mesmo com licitação encerrada, continua sem previsão a conclusão das obras do posto da PRF (Polícia Rodoviária Federal) no Km 416 da BR-060, em Sidrolândia. Os serviços seriam retomados em fevereiro, mas o prazo do processo licitatório estourou e a corporação teve que devolver dinheiro à União. O término da construção foi orçado em R$ 868 mil.

A reforma foi anunciada em março de 2015 e o prédio seria ampliado de 212,6 metros quadrados para 300 metros quadrados, com recurso de R$ 1,2 milhão. No entanto, os serviços foram suspensos em decorrência de quebra de cláusulas contratuais por parte da Baldin Engenharia, que vencera a licitação, segundo informou, na época, a assessoria de imprensa da PRF.

O problema foi agravado por falta de recursos, situação decorrente do corte pelo presidente Michel Temer de verba a obras de órgão federais.

Com a paralisação das obras na BR-060, o posto de fiscalização da PRF no local funciona, provisoriamente, em prédio cedido pela Prefeitura de Sidrolândia. Todo o serviço é realizado apenas em uma sala. O que seria provisório já dura cerca de dois anos.

Imóvel onde o posto da PRF funciona provisoriamente há dois anos (Foto: Saul Schramm)Imóvel onde o posto da PRF funciona provisoriamente há dois anos (Foto: Saul Schramm)

Nova licitação – Para dar andamento às obras, teve início novo processo licitatório, com entrega das propostas no dia 12 de dezembro do ano passado na Superintendência da PRF, em Campo Grande. De acordo com o Portal de Compras do Governo Federal, a empresa vencedora foi a Gomes & Azevedo Ltda, com sede na Capital.

Sem contratempos no processo licitatório, os serviços teriam início em fevereiro. No entanto, conforme apurou o Campo Grande News, duas empresas, que ficaram em segundo e terceiro lugares, entraram com recurso, questionando o resultado da licitação.

A resposta da vencedora foi dentro do prazo. No entanto, o limite para fechamento da licitação era dia 3 de janeiro, o que acabou não ocorrendo. Com isso, a PRF precisou devolver o dinheiro que seria usado nas obras.

A corporação foi questionada, mas respondeu que irá publicar em alguns dias nota à imprensa sobre o assunto.

 

Ministério abre consulta sobre Plano Nacional de Segurança Pública
O Ministério da Segurança Pública lançou hoje (19) uma consulta pública sobre o plano nacional do setor. O documento, intitulado Plano Nacional de Se...
Com 3 chances na semana, amanhã a Mega-Sena pode pagar até R$ 17 milhões
Excepcionalmente nesta semana em que a Mega-Sena terá três sorteios, amanhã (20) a bolada a ser sorteada é de R$ 17 milhões para quem acertar as seis...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions