A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

07/10/2013 16:25

Liminar ajuda banco a “furar” greve e várias agências abrem na Capital

Luciana Brazil e Zana Zaidan
Clientes fazem fila para entrar em agência do Bradesco, que voltou a atender (Foto: Marcos Ermínio)Clientes fazem fila para entrar em agência do Bradesco, que voltou a atender (Foto: Marcos Ermínio)

Mesmo com adesivos que anunciam a greve, parte das agências bancárias no centro de Campo Grande abriu as portas hoje (7) para atender aposentados, pensionistas e outros clientes que aproveitaram a boa notícia. Nas agências que permaneceram fechadas, as filas nos caixas eletrônicos eram imensas logo cedo.

O Bradesco abriu dez das 17 unidades, enquanto três das 26 agências do Banco do Brasil funcionaram. A abertura foi garantida por liminar concedida ao Banco do Brasil e ao Bradesco, que pede o interdito proibitório, ou seja, garantia a posse do estabelecimento.

Com isso, o Sindicato dos Bancários, que comanda a paralisação, fica impedido de pregar cartazes ou pressionar os funcionários a aderir à greve. "Ficamos impedidos de fazer o piquete, mas enxergamos o pedido de liminar como tentativa de nos intimidar e, por isso, vamos continuar com o convecimento dos trabalhadores, e com as manifestações na porta das agências", afirma o secretário-geral do sindicato, Edvaldo Barros. 

No Bradesco das Ruas Cândido Mariano e Barão do Rio Branco, e na agência do Banco do Brasil da Rua 13 de Maio o atendimento começou às 10h30, meia-hora antes do funcionamento normal.

Nas três agências funcionários que não se identificaram garantiram que o atendimento seguira normalmente até às 16 horas. Porém, amanhã a abertura do banco não está confirmada.

Com a greve, a reposição de dinheiro nos caixas eletrônicos ficou comprometida. Alguns caixas ficaram vazios na CEF (Caixa Econômica Federal) da Rua 13 de Maio, segundo uma funcionária terceirizada. Sem se identificar, ela disse que metade dos caixas eletrônicos estava sem dinheiro porque não estava sendo reabastecido.

Segundo a secretária Nira Reis, 55 anos, ontem (6), por volta das 18 horas, no banco HSBC da Rua 14 de Julho, apenas um caixa eletrônico estava disponível. “Os outros estavam desligados. Acho que não tinha dinheiro”, frisou.

“Eu recebi em cheque e precisava depositar para sacar meu dinheiro. Não consegui por causa da greve e tive que ficar pedindo favor para os outros. É muito chato isso”. Hoje a secretária voltou ao banco para tentar depositar o cheque novamente.

“Vim pedir para o meu gerente para ele trocar o cheque porque eu preciso do dinheiro para pagar as contas”, afirmou.

Assembleia - A greve dos bancários completa 19 dias. Das 115 agências da região de Campo Grande, 102 continuam fechadas. 

Hoje, às 17 horas, os bancários participam de assembleia onde será votada a proposta oferecida pela Fenaban na sexta-feira (4).

Caso os bancários acatem o aumento salarial, a greve terá fim em Mato Grosso do Sul. "Mas a orientação do comando nacional é não aceitar, já que o índice foi recusado em outros estados. Por aqui deve acontecer o mesmo", acredita Barros.

Segundo ele, os 2,5mil bancários que atuam no Estado tem poder de voto. A proposta da Fenaban eleva de 6,1% para 7,1% o índice de reajuste sobre os salários (aumento real de 0,97%) e para 7,5% sobre o piso salarial (ganho real de 1,34%). 

 

Serasa diz que greve dos bancários explica queda de 9,8% na busca por crédito
O número de pessoas em busca de crédito diminuiu 9,8%, em setembro, comparado a agosto, segundo o Indicador Serasa Experian da Demanda do Consumidor ...
Banco do Brasil retira cartazes, mas greve fecha 92% das agências
Clientes que passaram por agências do Banco do Brasil em Campo Grande, na tarde hoje (1º), notaram a ausência dos cartazes que informam sobre a greve...


E a palhaçada continua... Deviam todos ser mandados para o olho da rua e admitidos novos empregados. CEF e B.B. em greve? piada grotesca. CEF banco do povo. Que p... é essa? Trabalham pouco, ganham bem e ainda reclamam? Quem sofre é o trabalhador e eles nem aí. O pior é que no fim nem desconto nos salários vão ter. Vamos aguardar.
 
yasmin fernandes em 09/10/2013 15:08:25
estou encostada por doença, so recebo na boca do caixa,estou sem remedio passando mal, passando fome nao tenho outra renda sou sozinha na vida,por favor HSBC volta da greve nao sei mais o que fazer. desde agora obrigado.
 
zeli terezinha silva cortes em 08/10/2013 22:04:38
ACREDITO QUE QUANDO OS BANCÁRIOS ACEITARAM A PROPOSTA DE TRABALHO ELES ESTAVAM CIENTES DE SEUS SALÁRIOS.. ACHO QUE NINGUÉM FOI ENGANADO .. GANHAM MAIS QUE PROFISSIONAIS DA SAÚDE E DA EDUCAÇÃO, TEM QUE SABER FAZER GREVE SEM PREJUDICAR PAIS DE FAMÍLIA QUE PRECISAM DE SEUS SALÁRIOS PARA COLOCAR COMIDA NA MESA, IMAGINEM SE OS MÉDICOS, BOMBEIROS, POLICIAIS FIZESSEM UMA PARALIZAÇÃO DESSE NÍVEL...
 
DÉBORA BARBOSA em 08/10/2013 18:57:27
Não trabalho em banco, mas apoio incondicionalmente a greve dos bancários, é uma classe que trabalha pra caramba, não tem estabilidade (aliás, tem muita instabilidade) e os banqueiros estão tendo lucros cada vez mais absurdos, à custa da população e dos seus funcionários.
 
Kaio Gleizer em 08/10/2013 09:46:41
TEM QUE MUDAR ESSA LEI DE GREVE !
SÓ PODERIA FAZER GREVE QUEM NÃO ESTIVER RECEBENDO O SEU SALÁRIO !
POR CAUSA DESSAS ATITUDES INSANAS DOS SINDICATOS, OS BANQUEIROS RESOLVEM TERCEIRIZAR, AÍ QUEM VAI SOFRER AS CONSEQUÊNCIAS SÃO OS EX BANCARIOS, ( BANCARIOS, JÁ PENSARAM NISSO ?).
30 (TRINTA ) DIAS FALTANDO AO TRABALHO, É ABANDONO DE EMPREGO,
OU NÃO ? ABANDONO DE EMPREGO DÁ JUSTA CAUSA, OU NÃO ?
 
FRANCISCO CARLOS ANONI em 08/10/2013 09:31:05
No caso da CEF e do BB a situação ainda é pior, pois os funcionários não recebem nem comissão pelos "produtos" que vendem, e a função social destas instituições se perdeu, estão preocupadas somente com lucros exorbitantes em detrimento de seus funcionários e clientes, são agiotas agindo em nome do Governo, que se apropria da maior parte dos seus lucros para financiar a gastança desenfreada de nossos dirigentes corruptos.
Com tanto lucro daria para abrir muitas agências, dobrar o salário de seus funcionários e oferecer atendimento de qualidade aos clientes, mas isso não interessa.
 
antonio carlos em 08/10/2013 09:09:52
Os bancários estão pedindo insuficientes 11% de aumento, porém os bancos ofereceram 6,1% num primeiro momento, agora oferecem 7,1%.
Os bancos têm lucros líquidos de bilhões por mês, mas o salário dos bancários é vergonhoso e ainda são obrigados a cumprirem metas absurdas para elevarem ainda mais o lucro dos banqueiros e isso às custas dos clientes que esperam longas horas e são mal atendidos por bancários que estão adoecendo tamanho estresse.
Só com as tarifas bancárias os bancos pagam toda sua folha de pagamento e ainda sobra, nós clientes somos obrigados a adquirir "produtos" que não queremos ou não precisamos para engordar ainda mais os lucros dos bancos que muito pouco estão contribuindo para o crescimento do país, já que nem salário decente são capazes de pagar, são meros agiotas.
 
antonio carlos em 08/10/2013 08:58:45
Eu preciso sacar uma remessa que me foi enviada do exterior...imagina se eu dependesse desse dinheiro para comer esse mês...estava ferrado...vejo os bancários como marginais hoje...como se atrevem a irem nas agencias e recolherem os envelopes do Auto Atendimento, tinham que ser presos esses marginais.
 
Erick Gonçalves em 08/10/2013 08:56:54
Como todo ano acontece, essa greve é só um jogo de cartas marcadas entre sindicatos e bancos, onde quem mais ganha são os presidentes de sindicatos, e o povo é quem paga as com sequencias. Afinal de contas qual classe trabalhadora ganha 10% de reajuste salarial todo ano?
 
mario sugano em 08/10/2013 03:54:04
Agiram certo , não é justo pessoas idosas que já trabalharam tanto, ficar sem receber suas aposentadorias por conta de capricho de bancários, os bancários tem muitos privilégios , não ganham tão mal assim , acho que é falta de respeito com os clientes essas greves que fazem.
 
helena da costa andrade em 07/10/2013 21:03:07
Porque a greve se o TRT julga o dissídio em um mês? Eu acho que essas greves têm acordo entre patrões e empregados.
 
OSNOFA ZACOV em 07/10/2013 18:53:52
tem que mandar todo mundo embora, aí quero ver o que o sindicato, que é quem agita, vai fazer por eles, vao pagar o salario dos desempregados?
 
Maximiliano Nahas em 07/10/2013 18:48:53
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions