A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

07/11/2013 12:36

Lojistas vão à praça negociar e intenção é recuperar até R$ 8 milhões

Graziela Rezende e Luciana Brazil
Campanha está com 155 empresas participantes. Foto: Marcos ErmínioCampanha está com 155 empresas participantes. Foto: Marcos Ermínio
Lojistas ficam na praça até sábado. Foto: Marcos ErmínioLojistas ficam na praça até sábado. Foto: Marcos Ermínio

Com 155 empresas participantes, a Campanha “Nome Limpo” deste ano, realizada pela ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande) começa hoje (7) em Campo Grande e vai até o dia 6 de dezembro. O diferencial neste ano é atendimento de seis empresas que será feito na Praça Ary Coelho, no centro da cidade, nos primeiros três dias de campanha.

A intenção da campanha é negociar com consumidores inadimplentes que poderão quitar suas dívidas. Ao todo, a ação espera recuperar de R$ 5 milhões a R$ 8 milhões dos R$ 91 milhões em débitos.

O inadimplente deve procurar o SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), localizado na Rua 15 de Novembro. Após saber em quais empresas está inadimplente, ela entra em contato para fazer a negociação.

“A entidade promove ações que permitem a reabilitação do crédito e tudo isso próximo ao pagamento do 13°, quando elas podem utilizar um dinheiro extra que não está dentro do seu orçamento”, afirma o presidente da Associação Comercial, Omar Aukar.

Na praça, as lojas Casas Bahia, Ótica Diniz, Caixa Econômica Federal, Prefeitura, Enersul permanecerão até sábado (9). A empresa Débito e Crédito Consultoria também está no local para dar orientação aos devedores.

 “O consumidor deve fazer um planejamento antes para saber se pode assumir uma parcela ou a dívida em sua totalidade. Se assumir algo que não tem como pagar, vira uma bola de neve”, explica a consultora Bianca Brandão.

Em um ano, a consultora diz que o dinheiro para a empresa já é considerado perdido. “Se o credor receber 50% do dinheiro, já é lucro, então, os devedores devem negociar muito, para ainda não pagar juros alto. A dica então é negociar sempre”, avalia a consultora.

A dívida atual é de R$ 91 milhões em Campo Grande. “Quanto mais empresas participam, uma fatia maior de dinheiro é recuperado. Se 300 empresas aderirem, a recuperação seria de R$ 18, R$ 19 milhões”, finaliza o presidente da ACICG.

Consumidor: Há dois anos inadimplente, a promotora de vendas Bruna dos Santos, 21 anos, viu na iniciativa a oportunidade de regularizar sua situação.

Devendo em três grandes empresas, ela estima que o dívida total chegue a R$ 1,3 mil. "Eu me descontrolei e acabei ficando nessa situação", admitiu.

Já o técnico em eletrônica Fabiano Andrade, 32, foi até à praça para checar sua situação. "Não estou devendo, vim mesmo para garantir que está tudo certo".

Governo altera datas de teste físico de concurso da Polícia Civil
Foram alteradas as datas para realização da avaliação de aptidão física dos candidatos que continuam a participar do conurso público para escrivão e ...
Mega-Sena acumula e prêmio no sábado pode chegar a R$ 39 milhões
A Mega-Sena mais uma vez ficou sem vencer na noite desta quarta-feira (13) e, assim, acumulou. O prêmio pode subir para R$ 39 milhões no sorteio do p...


gostária de saber se a magzine luiza esta entre estas lojas.
 
laurinete amaro em 07/11/2013 17:25:37
Bem que eu quero, mas que fosse a Lojas Riachuello, pra min seria ótimo, mais lá é sem acordo, Parabéns pela iniciativa dessas empresas... e pelo ACICG...
 
Lucilene Dias em 07/11/2013 17:15:35
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions