A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

07/07/2010 21:12

Mãe de Eliza não tem esperanças de que filha esteja viva

Redação

A advogada Maria Lúcia Borges Gomes disse ao portal G1 que Sônia de Fátima Moura, mãe de Eliza Samudio, está muito abalada com a prisão do goleiro Bruno. Ela não tem esperanças de que a filha seja encontrada viva e também já entrou com pedido na Justiça de Foz do Iguaçu (PR) para ficar com a guarda do neto.

Segundo a advogada, Sônia perdeu as esperanças de rever a filha. "Ela já tomou conhecimento e está abalada pela forma como tudo aconteceu. Sônia tinha expectativa de que Eliza estivesse em algum lugar, mesmo machucada".

De acordo com a advogada, Sônia tomou remédios e não tem condições de falar. "Dei um calmante para ela descansar. Ela está muito triste, chorando, muito emocionada. Agora é o momento de acalmá-la para que recupere forças para o dia de amanhã", afirmou.

Guarda - Sobre o pedido para a guarda do neto de Sônia, a advogada confirmou que o avô Luiz Carlos Samudio obteve a custódia do menor através de uma medida provisória protetiva emitida pela juíza da infância em Belo Horizonte (MG). Não foram apurados os antecedentes dele, que alegou que Sônia tinha abandonado a filha.

No entanto, o pai de Eliza foi condenado por estupro de uma menina de 10 anos, segundo informações processuais da 1ª Vara Criminal de Foz do Iguaçu. O crime teria sido cometido em 6 de dezembro de 2003. O advogado dele, Sérgio Barros da Silva, disse que vai recorrer da decisão condenatória e que o caso ainda não está concluído.

De acordo com a advogada da mãe de Eliza, Sônia teria afirmado que torce para que o bebê não seja filho de Bruno. "Ela não quer perturbação, não quer dinheiro, não quer nada. Ela tem condições para isso e tem estrutura familiar", afirmou.

Caso - Eliza teve um relacionamento com o goleiro Bruno, do Flamengo, no ano passado. Ela tentava provar, na Justiça, que teve um filho do atleta. A jovem está desaparecida desde o início de junho.

Segundo as investigações, Bruno é suspeito de envolvimento no caso. A prisão dele e de seu amigo Luiz Henrique Romão, conhecido como Macarrão, foi decretada nesta quarta, pela Justiça do Rio e pela de Minas Gerais. Os dois se entregaram à tarde.

De acordo com a polícia, o sumiço de Eliza começou a ser investigado após denúncias de que ela havia sido agredida no sítio que pertence ao jogador, em Esmeraldas (MG).

Um menor que prestou depoimento na terça-feira (6), no Rio, teria dito que a jovem foi sequestrada no Rio de Janeiro, levada para Belo Horizonte e está morta. (Com informações do G1).

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions