A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

04/01/2016 18:23

Mãe ganha passagens e aguarda visto para buscar netos no Japão

Filipe Prado

A mãe das irmãs Akemi e Michelle Maruyama, de 27 e 29 anos, mortas no dia 29 de dezembro por asfixia devido a estrangulamento no Japão, ganhou as passagens para a cidade onde as filhas moravam, mas aguarda visto para ir buscar os netos. Maria Aparecida Amarilho Scardin relatou que deu entrada no passaporte emergencial, que deve ser emitido ainda esta semana.

Ela relatou que foi à PF (Polícia Federal) para requerer o passaporte, mas por uma pendência no Tribunal Regional Eleitoral, ela precisa esperar até amanhã para retirá-lo. “O TRE só está funcionando até às 13h, então vou conseguir resolver isso somente amanhã”, comentou. Ela pagou R$ 334 pelo documento, que é valido por um ano, mas é emitido em até dois dias.

As passagens, revelou Maria, de ida e volta foram doadas. A mãe acredita que deve embarcar para o Japão na próxima semana, porque necessita realizar todos os tramites necessários para a viagem e guarda das netas, de três e cinco anos. “A previsão é de ir o mais rápido possível”, ressaltou Maria.

O Cônsul do Brasil no Japão entrou em contato com a família e está dando toda a assistência, lembrou Maria. Os amigos de Michelle e Akemi também estão ajudando a mãe. “Eles estão em contato constante. Estou bem assistida”, comentou. Além das netas, ela disse que trará o cachorro de Michelle. “Ele era um filho dela”, revelou.

Akemi e Michelle serão cremadas, segundo Maria, e somente a urna com as cinzas será trazida para o Brasil.

Crime - Os corpos foram encontrados depois que bombeiros foram acionados para conter um incêndio no apartamento onde elas estavam. O principal suspeito é o marido de Akemi, um peruano, que está preso.

Akemi vivia no local com os duas filhas dela, uma de três e outra de cinco anos, que estão sob proteção da polícia. Elas moravam há 12 anos no distrito Ippongi-choum, na cidade de Handa, no Japão.

A polícia acredita que o incêndio foi causado por gasolina, espalhada propositalmente no local após as duas mulheres serem mortas. Um galão de 5 litros de gasolina foi encontrado sobre a pia da cozinha.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions