A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

19/04/2013 17:49

Mais de 269 cursos de qualificação serão oferecidos em 45 cidades

Luciana Brazil
Sergio Logen assina contrato com os municípios. (Foto:Simão Nogueira)Sergio Logen assina contrato com os municípios. (Foto:Simão Nogueira)

Com mais de 52 mil vagas gratuitas, a Fiems (Fundação das Indústrias de Mato Grosso do Sul) lançou na tarde de hoje a edição 2013 do programa Senai Educa Qualificação. O maior programa de formação profissional de Mato Grosso do Sul, vai oferecer 269 cursos de qualificação profissional, em 45 municípios.

Buscando a redução do déficit da mão de obra qualificada no setor industrial, o programa recebe recursos próprios do Senai, em parceria com o Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego). Serão 52,777 mil vagas.

Prefeitos, secretários, deputados e outras autoridades estiveram presentes.

Ponte direta com a qualificação profissional, o desenvolvimento do mercado foi citado pelo presidente da Fiems, Sergio Longen, como ponto de extrema importância para o Estado.

Longen criticou regras e leis que dificultam o crescimento da produção nos municípios. Segundo ele, existem na Câmara Federal mais de 20 mil projetos que embaraçam o desenvolvimento. “Destes 20 mil, seis mil impactam na produção. São coisas absurdas. Entra um gestor, cria-se uma regra, entra um ministro, cria-se uma regra, entra um prefeito, cria-se outra lei. Essas regras fazem a produção implodir”.

Ele ainda ressaltou a necessidade da parceria das gestões municipais. “As prefeituras devem ser aliadas do desenvolvimento. Está muito difícil produzir e competir com o mercado mundial”. Segundo Logen, a produção está amplamente ligada à qualificação na mão de obra.

“Não aguentamos mais as leis que impedem a produção”, encerrou.

Autoridades participam da assinatura do contrato que vai disponibilizar 269 cursos profissionalizantes.Autoridades participam da assinatura do contrato que vai disponibilizar 269 cursos profissionalizantes.

Também presente no lançamento do programa, a secretária Estadual de Educação, Tânia Garib, afirmou que é difícil despertar nas pessoas o interesse em se qualificar. “Temos que descobrir como fazer as pessoas se qualificarem”. Ela lembrou ainda o índice de desemprego do país, de 5,5%. “Na Espanha, esse índice foi de 26%. Países assim querem investir no Brasil e no Estado, como a empresa internacional de cosméticos que pretende vir para Mato Grosso do Sul”.

A secretária fez questão de ressaltar último ranking do PIB (Produto Interno Bruto) do país. O Estado ficou em terceiro lugar. “Não podemos deixar esse índice diminuir. E isso não se diminui com gente qualificada”.

O programa Senai Educa, criado no ano passado, vai disponibilizar vários cursos de qualificação, como costureiro, pedreiro, desenhista mecânico, auxiliar costureiro, pintor, operador de computador, tratorista, entre outros.

Serão beneficiadas neste ano as cidades de Água Clara, Amambai, Anastácio, Angélica, Aparecida do Taboado, Aquidauana, Bandeirantes, Bataguassu, Batayporã, Brasilândia, Caarapó, Campo Grande, Cassilândia, Chapadão do Sul, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Deodápolis, Dourados, Eldorado, Glória de Dourados, Inocência, Ivinhema, Jardim, Ladário, Maracaju, Miranda, Mundo Novo, Naviraí, Nioaque, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Novo Horizonte do Sul, Paranaíba, Ponta Porã, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, Rio Verde, Santa Rita do Pardo, São Grabiel do Oeste, Selvíria, Sidrolândia, Sonora, Terenos e Três Lagoas.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...


Deveria ter informações mais completas, como site ou telefone para contato.
 
Suzi Garcia em 22/04/2013 08:22:40
quer se qualificar, procure informações capital e interior
 
angelica miranda em 22/04/2013 08:19:23
269 cursos serão oferecidos e nenhum direcionado para Bela Vista, é uma calamidade,
esse foi um dos motivos que tive que sair dessa cidade. Estou muiiito feliz em Jardim.
 
David Chimenes em 20/04/2013 11:50:14
Nunca vejo a cidade de Bela Vista ser beneficiada com esses cursos. Infelizmente a população está esquecida e fadada ao fracasso e vai acabar mesmo em buracos por falta de uma visão empreendedora por parte de nossos políticos. Aqui não temos nada a oferecer profissionalmente aos nossos jovens, muitos estão sendo seduzidos pelo tráfico e uso de drogas, que cresce a cada dia. LAMENTÁVEL!
 
Ronaldo Pissurno em 19/04/2013 21:05:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions