A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

08/12/2009 14:30

MEC avalia como normal abstenção recorde no Enem

Redação

O ministro da Educação, Fernando Haddad, afirmou hoje (8) que considera dentro dos padrões de normalidade o índice de abstenção de 37,7% na prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) realizada no último final de semana, já que houve um longo período entre a data de inscrição e a aplicação da prova. O percentual foi considerado recorde.

"De tudo que ouvi de especialistas da área, da Cesgranrio, do Cespe [instituições que organizam concursos públicos], é natural um aumento da abstenção quando o exame se realiza muito depois da inscrição", disse o ministro. Por causa do furto de provas do exame, o período entre a inscrição e a aplicação da prova foi de quase cinco meses.

Segundo Haddad, o grande número de estudantes que não fizeram a prova no estado de São Paulo (46,9%) contribuiu para elevar o índice nacional de abstenção. "Se excluirmos o estado de São Paulo, onde o impacto do adiamento foi mais forte, nos demais estados, a abstenção ficou em torno de 33%, 34%, que é a média de concursos públicos."

O ministro citou o Enem de 2004, quando o índice de abstenção foi de 32%, e observou: "Então, [a abstenção de 37,7%] não estaria muito fora da série histórica."

Haddad comentou também a divulgação do gabarito do Enem com erro, afirmando que se tratou de um erro de processamento, identificado e corrigido a tempo de não provocar problemas.

Perguntado se haverá renovação no Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Eduacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo Enem, o ministro respondeu apenas que vai aguardar o final das investigações sobre o furto da prova. Ele informou que tomará as providências necessárias quando receber o inquérito policial e o resultado da auditoria.

Haddad disse que o Inep está "abalado" pela ocorrência do furto e que é preciso recuperar a autoestima dos servidores.

Carro roubado no Rio de Janeiro é recuperado em estrada de acesso ao Paraguai
Um automóvel recentemente roubado no Rio de Janeiro foi recuperado por policiais militares em uma estrada vicinal de Japorã –a 487 km de Campo Grande...
Recesso de fim de ano começa nesta semana no Judiciário e Legislativo
Na reta final de 2017, para alguns servidores a "folguinha" das festas começa mais cedo. Em orgãos Estaduais e Federais de Mato Grosso do Sul, tem re...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions