A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

18/07/2008 10:52

Mesmo com prisão, moradores ameaçam voltar para área

Redação

O casal Iara da Silva Lima, de 25 anos, e Marcos Teodoro, de 35, foram presos em uma das áreas da Prefeitura invadidas no bairro Santa Emília, na manhã desta sexta-feira. Mesmo assim, os moradores, que desde o dia 23 de junho estão local, ameaçam voltar. O casal foi levado junto com os 4 filhos, todos menores de idade.

As famílias dizem que a área há muitos anos está abandonada e só não virou matagal porque eles a invadiram. Alegam que constroem barracos no local porque não querem mais morar com parentes ou de aluguel e dizem que pretendem forçar uma negociação com a Prefeitura para obterem casa própria.

Os moradores estão revoltados com a ação da Cigoce (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais) que cumpriu o mandado de prisão para quem estivesse no local e deu apoio a mais uma reintegração de posse. A quinta desde o mês passado.

Eles dizem que o barraco do casal, que tem quatro filhos, estava na calçada da Rua Santa Bertília, e não no interior da área, conforme orientação de advogados.

Segundo os moradores, os policiais agiram com truculência. A Cigoce nega e diz que apenas cumpriu determinação judicial.

Na noite de quarta-feira, o casal foi encontrado pelo Campo Grande News, fazendo vigília na área. Hoje, colchões, panelas e objetos pessoais do casal que estavam no interior do barraco que foi desmontado, ficaram na calçada, do outro lado da rua.

Os quatro filhos do casal também foram levados pela polícia. Caso os pais permaneçam presos, eles devem ser encaminhados ao Conselho Tutelar. Segundo os moradores, os filhos não quiseram

Justiça do Trabalho faz acordos de R$ 6,5 milhões no Estado
A Justiça do Trabalho teve 355 acordos que somaram R$ 6.512.934,87 durante a Semana da Conciliação em Mato Grosso do Sul. Na iniciativa, realizada en...
Ministério da Saúde suspende incentivos da atenção básica em MS
O Ministério da Saúde suspendeu, nesta sexta-feira (15), repasse extra à atenção básica para sete municípios de Mato Grosso do Sul. Isso porque eles ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions