A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 21 de Janeiro de 2018

08/05/2015 11:08

Ministério repassa 200 mil doses e garante vacina contra gripe no Dia “D”

Aline dos Santos
Campanha de imunização contra a gripe termina em 22 de maio. (Foto: Arquivo)Campanha de imunização contra a gripe termina em 22 de maio. (Foto: Arquivo)

A SES (Secretaria Estadual de Saúde) recebeu 200 mil doses da vacina contra a gripe, enviadas pelo Ministério da Saúde, e descarta falta amanhã, quando acontece o Dia “D” da campanha, que termina em 22 de maio. O racionamento das doses após problemas com o laboratório fabricante deixou muitas unidades sem vacina em Campo Grande na segunda-feira, primeiro dia da campanha.

De acordo com a a gerente de imunização da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), Cássia Tiemi Kanoaka, 70 mil doses foram distribuídas ontem. “Não há risco de faltar vacina”, afirma. A Capital já recebeu outros dois lotes: seis mil no dia 4 de maio e 12 mil no dia 6.

Até o fim da campanha, serão necessárias mais 97 mil doses, pois o público-alvo é de 185 mil pessoas. Em Mato Grosso do Sul, a meta é vacinar 80% das 661 mil pessoas. A SES já recebeu 458 mil doses, sendo 200 mil ontem.

Na praça, shopping e mercado – O dia de mobilização inclui postos volantes nos shoppings Campo Grande, Norte Sul Plaza e Pátio Central. Além de equipes na praça Ary Coelho e supermercados Atacadão, Comper, Extra e Walmart.

A vacina também estará disponível 82 postos, dentre UBS (Unidades Básicas de Saúde), Centros Regionais e UPAs (Unidades de Pronto Atendimento). Serão mobilizados 600 funcionários. O horário de atendimento vai das 7h às 17h.

A abertura oficial acontecerá às 8 horas na UBS Márcia Guedes Sá Earp, no bairro Nova Lima. Conforme a gerente, a imunização é segura “Só é contraindicada para pessoas que tiveram reações alérgicas em doses anteriores ou que tenham alergia a ovos de galinha e seus derivados”, afirma.

Público-alvo - A campanha de vacinação contra a gripe abrange crianças de seis meses a menos de cinco anos de idade, pessoas com doenças crônicas, trabalhadores de saúde, população indígena e carcerária, gestantes, puérperas, idosos com 60 anos ou mais, trabalhadores de saúde e funcionários dos estabelecimentos prisionais. A Sesau orienta que é importante levar aos postos de saúde o cartão de vacinação e um documento de identificação.

As pessoas com doenças crônicas devem apresentar também prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes que já fazem parte de programas de controle das doenças crônicas do SUS (Sistema Único de Saúde) devem procurar unidades em que estão cadastrados.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions