A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

27/10/2013 22:04

Ministro diz que grafia de gasolina em charge no Enem respeitou época do texto

Mariana Tokarnia da Agência Brasil

Em coletiva com a imprensa, hoje (27), o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, comentou a questão da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de ontem (26), na qual aparece uma charge em que a palavra gasolina é grafada com a letra z. Segundo o ministro, na prova, a charge aparece grafada da maneira como foi escrita na época, na década de 60.

A questão trata de uma charge que ironiza a política desenvolvimentista do governo de Juscelino Kubitschek. Na charge, o então presidente aparece conversando com um personagem chamado Jeca. O diálogo é o seguinte:

“JK - Você agora tem automóvel brasileiro, para correr em estradas pavimentadas com asfalto brasileiro, com gazolina brasileira. Que mais quer?
JECA - Um prato de feijão brasileiro, seu doutô".
O texto é de autoria do chargista Théo e foi retirado do livro Uma História do Brasil Através da Caricatura (1840-2001).
"A charge é de 1960 e contextualiza o tema da época", disse. Perguntado se o Ministério da Educação não deveria ter grafado da maneira correta para os dias de hoje, ele diz que isso é um debate pedagógico que deve ser incentivado.

Outra questão que chamou a atenção de professores, como o especialista em Enem e presidente de honra do Cursinho Henfil de São Paulo, Mateus Prado, é também da prova de ontem. A questão é sobre um experimento, segundo ele, famoso na biologia, do médico Willian Harvey. A mesma gravura sobre o experimento com a circulação humana foi usada na prova de biologia da segunda fase da Fuvest, em 2007.

O texto das questões dos dois exames não é semelhante, mas segundo o professor, o conteúdo sim. Ele diz que a chance de os estudantes a conhecerem é grande: "Temos ela na nossa apostila de exercícios", diz Prado. Ele acredita que aqueles que não a conhecem podem ter tido uma certa desvantagem.
O Enem foi aplicado neste final de semana a mais de 5 milhões de candidatos em 1.161 cidades. Foram mais de 16 mil locais de prova e cerca de 648 mil trabalhando para a execução do exame.

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...


Sra Maria de Fátima , apenas se atente a esta matéria onde mostram os acordos ortográficos da Lingua Portuguesa . Retirado do site : http://oglobo.globo.com/educacao/enem-2013-internautas-fazem-piada-com-gazolina-com-z-10553235#ixzz2j3GG8psQ

De acordo com o professor de Português do curso QG do Enem Raphael Torres, há registros de grafia do termo "gasolina" com "z" desde pelo menos 1930. Ele explica que, em 1971, houve um acordo ortográfico onde diversas palavras escritas com "z" migraram para o "s", inclusive a própria "gasolina". Portanto, segundo Raphael, não houve erro, já que o contexto em questão remonta aos anos 1950.


 
karla cavalcante em 28/10/2013 17:49:32
Óbvio. Grafia da época de JK.
 
Fátima Maria Ribeiro Dos Santos em 28/10/2013 01:47:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions