A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

19/03/2010 20:04

MMX diz que agiu corretamente na compra de carvão

Redação

Após o MPF (Ministério Público Federal) ter ingressado com ação penal contra a MMX Metálicos Corumbá por destruição de área no Pantanal para a produção de carvão, a empresa enviou uma nota informando que "está convencida da total e absoluta lisura e correção de seus procedimentos relacionados à aquisição de carvão vegetal".

Na nota encaminhada ao Campo Grande News, a MMX Metálicos Corumbá Ltda diz que "confia, plenamente, que o resultado de eventual ação judicial lhe será amplamente favorável".

De acordo com a empresa, a MMX não foi sido citada na denúncia formulada pelo Ministério Público, mas supõe que o procedimento decorra dos autos de infração lavrados pelo Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente) em 2008.

A MMX é acusada de adquirir carvão de uma fazenda sem licenciamento ambiental em Bonito, apesar de o instituto ter proibido a obtenção de carvão no município, que faz parte do Parque Nacional da Serra da Bodoquena.

Conforme o Ministério Público, a empresa deve responder por crime ambiental por deixar de cumprir obrigação de relevante interesse ambiental, por operar em desacordo com licença ambiental concedida e por desobedecer um auto de infração.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions