A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

06/11/2009 16:39

Moradores do Carandá vão discutir Polícia Comunitária

Redação

Os moradores dos bairros Carandá Bosque I, II e III vão se reunir no domingo, a partir das 8h, para discutir a Polícia Comunitária. O objetivo é apresentar aos moradores a nova filosofia de trabalho da Polícia Militar.

Na oportunidade, eles vão debater a ativação do Conselho Comunitário de Segurança para a região. O coordenador Estadual de Polícia Comunitária, tenente coronel Carlos de Santana Carneiro, destaca diversas ações resultantes da parceria entre órgãos de segurança pública e a comunidade.

"Temos a patrulha comunitária, visitas aos comerciantes, aos alunos de escolas e à comunidade, implantação de CCS, enfim, são ações constantes com foco na redução da criminalidade. Estamos preparados para ações repressivas onde cumprimos a missão institucional, mas com o foco comunitário", lembrou.

Os CCs são grupos de pessoas de uma mesma comunidade que se reúnem para discutir, analisar, planejar e acompanhar a solução de seus problemas de segurança. Hoje, são pelo menos 30 conselhos no Estado, sedo 12 na capital e 18 no interior.

A reunião acontece dia 8 de novembro (domingo), às 11 horas, na Igreja Católica do Carandá Bosque, localizada na Avenida Hiroshima, a 200 metros da 3ª Delegacia de Polícia Civil (3ª DP), que fica na Avenida Hiroshima, 1.695 - Carandá Bosque II.

Conselho de Psicologia aprova resolução com regra para atendimento a transexuais
Em meio à polêmica que cerca a iniciativa de psicólogos para derrubar, na Justiça, uma resolução do Conselho Federal de Psicologia (CFP) que proíbe o...
Temer veta projeto sobre negociação coletiva no serviço público
O presidente Michel Temer vetou integralmente o Projeto de Lei nº 3.831/15, aprovado pelo Congresso Nacional, que estabelecia normas para a negociaçã...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions