A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

17/12/2009 11:30

Moradores reclamam que obra do Cabaça foi abandonada

Redação

Com crateras em frente de suas casas, moradores da Vila Carlota reclamam dos efeitos das obras do Córrego Cabaça, paradas por causa de dias seguidos de chuva, o que para a população significa "abandono".

"A obra começou há três meses, mas faz 20 dias que não aparece ninguém", conta Irene Rodrigues da Rosa, de 56 anos, que mora na rua Rolândia.

No imóvel ao lado, a vizinha de Irene não consegue mais sair de casa de carro, pois teria que transpor uma vala aberta para a passagem de tubulação. "Concordo com a melhoria que a prefeitura quer trazer para a região, mas não concordo que a prefeitura comece a mexer e abandone a obra do jeito que abandonou. O morador ficou sem condições der ter acesso à própria casa", denuncia.

Segundo Irene, as dificuldades aumentam nos dias de chuva, quando a enxurrada cobre a rua. "Fica difícil saber por onde dá para passar. Tenho medo que o carro caia dentro de alguma vala", salienta.

As obras também aumentaram a distância para que os moradores tenham acesso a locais como supermercados e farmácia. "Pelo choro das pessoas que foram tiradas daqui, um asfalto bastava", enfatiza. As obras do complexo Cabaça exigiram a desapropriação de imóveis.

As ruas retalhadas também sofrem críticas do pedreiro João Correia da Silva. "Ontem, cai no meio do bairro e até perdi o celular. Acho que vai ficar bom, mas por enquanto está muito bagunçado".

Na rua Planalto, Roseni Neiva Ramos relata que os funcionários informaram que as obras pararam devido à chuva. "Agora, jogam toda a responsabilidade para a chuva. Mas antes, só ficavam tomando tereré, debaixo das árvores".

Já João Carlos da Silva, de 32 anos, reclama que desde agosto está à espera de uma casa, em um residencial da prefeitura atrás do estádio Morenão. "Prometem e não cumprem".

As obras do Complexo Cabaça, que incluem a continuação da Via Morena e o Parque Linear, estão orçadas em R$ 10 milhões e contam com recursos do PAC. Os trabalhos abrangem parte dos bairros Jardim Paulista, Vila Progresso, TV Morena, Vila Carlota e a região da Vila Ieda.

A Secretaria de Obras não retornou as ligações do Campo Grande News e a prefeitura informa apenas que o período de chuvas impede a continuação das obras.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions