A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

21/03/2009 06:26

MPE investiga irregularidades em farmácias de Dourados

Redação

O MPE (Ministério Público Estadual) está investigando denúncias de 31 farmácias que funcionam de forma clandestina em Dourados.

Os processos judiciais estão sendo investigados pela promotora Cristiane Amaral Cavalcante, dos Direitos e Defesa do Consumidor. Alguns deles tramitam desde 2004, segundo o jornal O Progresso.

Denúncia feita pelo presidente do Conselho Regional de Farmácia, Ronaldo Abrão, de que 13 estabelecimentos atuam na cidade de forma clandestina, foi divulgada na quinta feira. Segundo o presidente do Conselho, essas farmácias não possuem autorização para funcionar e não dispõe de farmacêuticos.

Outras 21 farmácias também pecam por não ter farmacêuticos em sua equipe.

Ao todo, são 92 estabelecimentos operando em Dourados.

Desses, apenas 54 trabalham em total na legalidade.

O presidente do Conselho fez críticas à Vigilância Sanitária, por não atuar firmemente na fiscalização, facilitando o trabalho irregular de farmácias no município.

Ele também direcionou críticas ao MP, dizendo que "os promotores ainda não entenderam o risco que os pacientes correm sem a permanência de um farmacêutico no estabelecimento".

A promotora Cristiane Amaral Cavalcante admite que o Ministério Público sabe da existência de estabelecimentos irregulares no município. Porém, alerta que processos tramitam na Justiça no sentido de punir os irregulares, mesmo que de forma lenta.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions