A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

23/10/2008 11:59

MPE tenta resolver a situação dos assentados da Teijin

Redação

Preocupado com a situação precária das 1.138 famílias do Assentamento Teijin, em Nova Andradina, o Ministério Público Estadual reuniu-se com representantes do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) , Fetagri (Federação dos Trabalhadores na Agricultura) e Imasul (Instituto de Maio Ambiente de Mato Grosso do Sul) para tentar achar uma solução o mais rápido possível para a questão.

O Imasul ainda não deu a licença de instalação e operação porque, em alguns lotes, o terreno está com erosão e ainda algumas famílias encontram-se em área de reserva legal tirando madeira para fazer carvão. As famílias justificam a prática dizendo que esta é a única forma de sobrevivência, já que elas não têm recursos para o plantio. 

Sem a licença do Imasul, os assentados não podem ir à Caixa Econômica Federal para solicitarem empréstimo para a construção de casas e plantio de lavoura. 

O procurador-geral de justiça, Miguel Vieira da Silva, disse que é preciso se encontrar um ponto de consenso jurídico e técnico o mais rápido possível.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions