A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

23/10/2008 11:59

MPE tenta resolver a situação dos assentados da Teijin

Redação

Preocupado com a situação precária das 1.138 famílias do Assentamento Teijin, em Nova Andradina, o Ministério Público Estadual reuniu-se com representantes do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) , Fetagri (Federação dos Trabalhadores na Agricultura) e Imasul (Instituto de Maio Ambiente de Mato Grosso do Sul) para tentar achar uma solução o mais rápido possível para a questão.

O Imasul ainda não deu a licença de instalação e operação porque, em alguns lotes, o terreno está com erosão e ainda algumas famílias encontram-se em área de reserva legal tirando madeira para fazer carvão. As famílias justificam a prática dizendo que esta é a única forma de sobrevivência, já que elas não têm recursos para o plantio. 

Sem a licença do Imasul, os assentados não podem ir à Caixa Econômica Federal para solicitarem empréstimo para a construção de casas e plantio de lavoura. 

O procurador-geral de justiça, Miguel Vieira da Silva, disse que é preciso se encontrar um ponto de consenso jurídico e técnico o mais rápido possível.

Carro roubado no RJ é recuperado em estrada rumo ao Paraguai
Um automóvel recentemente roubado no Rio de Janeiro foi recuperado por policiais militares em uma estrada vicinal de Japorã –a 487 km de Campo Grande...
Recesso de fim de ano começa nesta semana no Judiciário e Legislativo
Na reta final de 2017, para alguns servidores a "folguinha" das festas começa mais cedo. Em orgãos Estaduais e Federais de Mato Grosso do Sul, tem re...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions