A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

08/06/2010 15:01

MPF obriga Cesp a custear estudos arqueológicos no MS

Redação

A Cesp (Companhia Energética de São Paulo) foi obrigada pelo MPF/MS (Ministério Público Federal de Mato Grosso do Sul) a custear estudos de sítios arqueológicos na margem dos reservatórios das usinas hidrelétricas Engenheiro Sérgio Motta (Porto Primavera), Engenheiro Souza Dias (Jupiá) e Ilha Solteira, todas no Rio Paraná, na região dos municípios de Três Lagoas e Selvíria, no leste do Estado.

Pela decisão da justiça federal, os estudos devem ser mantidos "indefinidamente", até que se esgote a análise de todos os locais de interesse arqueológico atingidos pelas barragens.

A empresa pode recorrer da decisão judicial mas os estudos devem recomeçar imediatamente. O MPF já requereu a intimação judicial da Cesp para que comprove a continuidade do monitoramento e resgate.

Estudos iniciais há quatro anos apontaram a existência de riqueza histórica do material recolhido às margens das usinas, com amostras que comprovam a ocupação da região há pelo menos sete mil anos.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions