A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Outubro de 2017

20/07/2009 11:06

MS defende em conferência demarcação de terras indígenas

Redação

Na 1ª Conferência Nacional de Segurança Pública, em Brasília (DF), Mato Grosso do Sul reivindicará a demarcação de terras indígenas e quilombolas. A conferência acontecerá de 27 a 30 de agosto. E a reivindicação é uma das 21 diretrizes que farão parte do relatório sul-mato-grossense.

Conforme a assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Segurança Pública, a demarcação de terras foi uma das propostas apresentadas por parte dos 17 representantes da sociedade civil durante a etapa estadual da conferência.

Entre os participantes estavam representantes do movimento negro e índios. A reivindicação também é de que os povos indígenas e quilombolas sejam atendidos com investimentos em educação e saúde.

A etapa estadual foi realizada nos dias 15, 16 e 17 de julho, no Pallaciu's Eventos, na rua 14 de Julho, no centro, e contou com cerca de 400 participantes. O objetivo da conferencia nacional é o de discutir um novo modelo de segurança pública para o país.

A demarcação de terras indígenas é uma das discussões mais importantes em Mato Grosso do Sul. O confinamento, principalmente na região Sul do Estado, é apontado como a principal causa de suicídios indígenas.

Mas a reivindicação desse grupo aliada à iniciativa da Funai (Fundação Nacional do Índio) de fazer estudos antropológicos criou um clima de tensão no Estado. Do outro lado da trincheira estão os fazendeiros, que temem não receber um valor justo para compensar possíveis demarcações.

Golpista se passava por proprietário de locadora para enganar vítimas
Um funcionário e ao menos quatro pessoas que comprariam ou alugariam um carro foram vítimas de um falso dono de uma locadora de carros em Campo Grand...
Após quatro meses de formação, Corpo de Bombeiros recebe 62 novos cabos
O Corpo de Bombeiros ganhou nesta sexta-feira (20) 62 novos cabos, formandos no curso que iniciou no dia 26 de junho e que receberam a nova patente e...
No 3º concurso da semana, Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 11,5 milhões
A Mega-Sena poderá pagar R$ 11,5 milhões a quem acertar as seis dezenas do concurso 1.980 e ganhar o prêmio principal da loteria, que será sorteada n...
Ministra diz que portaria sobre trabalho escravo destrói Lei Áurea
  A ministra dos Direitos Humanos, Luislinda Valois, afirmou que a portaria do Ministério do Trabalho que altera a conceituação de trabalho escravo e...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions