A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

09/06/2008 16:47

MS está entre líderes em vendas de terras a estrangeiros

Redação

Mato Grosso do Sul está em terceiro lugar no País entre os estados que lideram as terras em nome de estrangeiros. São 749 imóveis que totalizam 423,1 mil hectares controlados por pessoas físicas, ou empresas estrangeiras, conforme relatório do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) elaborado por determinação da AGU (Advocacia Geral da União).

De acordo com o órgão, o levantamento aconteceu a partir de dados do SNCR (Sistema Nacional de Cadastro Rural) realizado todo ano, mas informado pelos proprietários de forma voluntária. O sistema aponta que hoje, há 3,8 milhões de hectares controlados por estrangeiros no País, mas pelo caráter voluntário da adesão, a quantidade de terras pode chegar a 5,5 bilhões de hectares, conforme o Instituto.

A assessoria de imprensa do Incra explica que o objetivo do levantamento é instituir limites para a venda de terras à empresas e pessoas físicas de outros países. A legislação atual determina regras para a venda e arrendamento, mas ainda faltam mecanismos para controlar as propriedades que ficarão sob administração de estrangeiros.

O endurecimento das regras e do controle das vendas depende de parecer da AGU sobre o relatório, previsto para a próxima semana.

Reviravolta - O próprio relatório, porém, indica também que houve queda de 24,96% de área controlada por estrangeiros no País desde 2003, mas não há detalhes sobre o porquê da redução.

Em Mato Grosso do Sul, por exemplo, eram 777 áreas em 2003, o que totalizava 897,8 mil hectares. Comparado com 2007, a redução foi de 52,87% de área considerando a retirada de 28 propriedades.

A maior procura comprovada acontece por terras nas regiões Sudeste, Norte e Nordeste do País. Desde 2003, as vendas aumentaram em 505,8% em Alagoas, 147,26% na Bahia, 76% em Minas Gerais, 41,3% no Ceará e 35,6% em Roraima. Para o Incra, o preço das terras está entre os principais fatores para a atração de estrangeiros.

Entre os estrangeiros que detêm terras sul-mato-grossenses está o coreano Sun Myung Moon, o reverendo Moon. O religioso tem cerca de 85 mil hectares de terras no Estado, de onde administra a Associação das Famílias para a Unificação Mundial.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions