A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

03/10/2013 15:48

MS tem 26 municípios selecionados para R$ 76 milhões em saneamento

Helton Verão

O Governo Federal selecionou 26 projetos para receber recursos do Programa de Aceleração do Crescimento via Funasa (Pac/Funasa), somando R$ 76 milhões, sendo R$ 68,3 milhões para coleta e tratamento de esgoto e R$ 7,8 milhões para o abastecimento de água.

A Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul) havia elaborado 66 projetos, junto à Fundação Nacional de Saúde (Funasa) para atender os sistemas de abastecimento de água e de coleta e tratamento de esgoto, e a partir deles aconteceu a seleção.

A relação dos municípios contemplados foi repassada para o presidente da Sanesul, José Carlos Barbosa e pelo deputado federal Geraldo Rezende. O presidente comemorou o resultado da seleção dos projetos e destacou que isso só foi possível pelo trabalho em conjunto da Sanesul, do governo do Estado e da bancada federal. “Temos buscado em Brasília trazer a maior quantidade de recursos para serem investidos no saneamento básico do Estado, afinal essa é uma determinação do nosso governador André Puccinelli, desde o início do seu mandato em 2007”, ressaltou o presidente.

De acordo com José Carlos Barbosa, a expectativa é de que na próxima semana técnicos da Funasa comecem a fazer as vistorias técnicas nos municípios contemplados, para definirem os recursos finais a serem liberados que poderão sofrer alterações.

O PAC Funasa se destina a atender cidades com até 50 mil habitantes, os maiores municípios do Estado, como Campo Grande, Dourados, Corumbá, Três Lagoas e Ponta Porã, que não foram contemplados nesta fase, receberão recursos do PAC Saneamento, destinado às cidades com população entre 50 e 250 mil habitantes, que devem ser anunciados nos próximos 15 dias.

No início desta semana, o presidente José Carlos Barbosa esteve em Brasília reunido com o secretário nacional de Saneamento Ambiental, Osvaldo Garcia, do Ministério das Cidades, para discutir a liberação de recursos para as quatro maiores cidades do interior do Estado atendidas pela Sanesul que tiveram seus projetos cadastrados e estão aguardando seleção. Também conversou com o diretor do Departamento de Saúde Ambiental da Funasa, Henrique Pires, debatendo a liberação de recursos para o saneamento de Mato Grosso do Sul.

“Há alguns anos os governantes não queriam investir em saneamento básico, pois eram obras que ficavam enterradas. Hoje passaram a ser prioridade por serem obras que garantem mais saúde e qualidade de vida à população”, finalizou José Carlos Barbosa.

Esses recursos destinados pela Funasa serão somados à marca já atingida pela Sanesul de R$ 832 milhões de investimentos, que passa agora a ser de cerca de R$ 900 milhões. O presidente Sanesul está otimista e acredita que será possível atingir ainda em 2013 a meta de R$ 1 bilhão em investimentos, prevista para o próximo ano, a partir da seleção dos projetos do Pac Saneamento.

Das verbas para sistema de esgotamento sanitário, destaque para o valor maior destinado ao município de Angélica, com pouco mais de R$ 9 milhões. No total dos 22 municípios foram destinados R$ 68.357.859,79 milhões.

Para o sistema de abastecimento de água, quatro municípios serão beneficiados, Deodápolis, Sete Quedas, Sidrolândia e Terenos, totalizando quase R$ 8 milhões.

Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...
Acordo entre poupadores e bancos vai beneficiar 30% dos que entraram na Justiça
Das 10 milhões de pessoas que entraram na Justiça por perdas no rendimento de cadernetas de poupança, apenas cerca de 3 milhões serão beneficiadas, s...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions