A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

23/07/2013 10:51

Mulher chora, defende Dilma e constrange médicos durante protesto

Edivaldo Bitencourt e Graziela Rezende
(Foto: Marcos Ermínio)(Foto: Marcos Ermínio)

Uma mulher chorou, defendeu o programa da presidente da República Dilma Rousseff (PT) e constrangeu os profissionais da área da saúde presentes no protesto contra o projeto Mais Médicos. Eles realizaram uma passeata pelas ruas da Capital para protestar contra a importação de 6 mil médicos do exterior e cobrar melhorias no SUS (Sistema Único de Saúde).

Representante da ONG Mães Precoces Fragilizadas, Maria José Pinheiros ficou revoltado com o ato dos profissionais de saúde contra o programa Mais Médicos. “É revoltante ver o protesto contra um Governo humanitário, que está tentando resolver o problema de falta de médicos”, afirmou a mulher.

Bastante revoltada, ela gritou com os manifestantes, que a ouviram constrangidos. “Não é protesto, é baixaria. Não é justo vocês ficarem agitando desqualificando o programa do Governo”, disse.

“Os médicos estão lavando as ruas de sangue ao invés de ajudar e buscar atitudes para ajudar idosos e crianças”, lamentou. “Não estão fazendo nada”, argumentou.

A mulher, assim como os médicos, afirmou que não tem partido político nem preferência ideológica.

Centenas de médicos realizam passeata por melhorias no SUS em Campo Grande
Ao menos 500 médicos prometem realizar amanhã uma nova paralisação em Campo Grande, com concentração na Praça Ary Coelho, às 9h. O manifesto, que aco...
Contratação de médicos estrangeiros para suprir demanda divide leitores
Os leitores do Campo Grande News estão, literalmente, divididos sobre a contratação de médicos estrangeiros para suprir a demanda no Brasil. A medida...
Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...


Veja o cartaz desse médico: sua vida tem valor, meu diploma também!
Ele está comparando ou igualando o valor da vida humana a de um diploma? Que tipo de ser humano é esse meu Deus?
O maior bem a ser tutelado é a vida, a vida humana em primeiro lugar e outra, o interesse da coletividade primeiro os de uma classe depois.

 
Rafaela Souza em 29/08/2013 15:14:09
Tenho respeito por toda profissão, se os médicos não fossem necessários, os respeitáveis médicos, evidentemente, o país não precisaria dos seus serviços, da sua ciência, sua capacidade. Sejam os médicos hipocráticos e que a maioria deixe do descaso para atendimento ao povo. Trabalhe no dia em que esteja bem para atender bem e não vá com seu humor desagradável e desrespeitoso para atender as pessoas. Abandonem a arrogância. Queremos médicos de qualquer parte do mundo, pois isso somente poderá trazer enriquecimento à ciência da medicina. O povo precisa de médicos e a Presidente Dilma está certa em atender a necessidade do povo, provendo de médicos a todos os rincões do país. Aquele que não deseja morar em locais distantes, não seja contrário a que venham médicos de qualquer parte do mundo.
 
Edson Barbosa Nunes em 02/08/2013 07:12:25
E quanto ao programa voluntário"Médicos Sem Fronteira?" Como fica nesse contexto. Quando é volutariado pode! O atendimento médico, para uma saúde curativa de graça e humanitária pode. Mas quando é para pagar e retruibuir o investimento público feito à um profissional de saúde, não pode!!! tem restrições. Recebe crítica e oposição.

 
Laurindo Elias Pedrosa em 27/07/2013 11:31:07
Incrível a cara-de-pau das entidades da máfia de branco! Queria eu terminar a graduação em uma universidade pública e receber do Estado uma bolsa de 10 mil reais para trabalhar com políticas públicas. Seus argumentos contrários são ridículos!!! Hoje ouvi a entrevista do Argolo (SIMERS) defendendo um exame de validação de diploma de médicos estrangeiros em que menos de 10% dos que fazem o teste passam. É pior do que o exame da OAB.
Queria dizer pra ele: meu caro, vai pisar no barro e ver as necessidades da população carente antes de falar tanta merda. Deixa de fazer politicagem corporativa e vai trabalhar para a população. É seu dever retribuir o investimento público da tua formação!
Se bem que eu prefiro passar mal a ser atendido por um boçal desses...
 
Lebrochi Amaral em 25/07/2013 16:54:50
Primeiro lugar q vejo opiniões na maioria coerentes e conscientes. Concordo, quem não quer medico, seja de onde for, está condenando a população pobre à morte, e está fazendo isso por dois motivos: Ou não gosta de pobre, ou esta pactuando com o corporativismo sem caráter da classe médica, que não quer as vagas, e não quer que venham outros. Deve ser pra não haver comparações. Vão aplicar o REVALIDA nos estudantes do ultimo ano, e aí vamos ver cair por terra o argumento de que os estrangeiros são despreparados. Se os nossos médicos conseguirem aprovação de 30%, calo a boca e não opino mais.
 
Volnei Vander em 25/07/2013 15:27:45
Sendo bem objetivo: Se não querem os estrangeiros e são em n° suficiente, preencham as vagas já que têm prioridade e trabalhem com dignidade honrando Hipócrates. Se não têm interesse, tenham um pouco de consciência e não atrapalhem quem assim o quiser. A Saúde agradece!
 
Ernani Paulo de Souza em 24/07/2013 20:56:27
É vergonhoso, ver uma categoria tão importante fazendo um papelão desses. O governo não está obrigando médicos, não está descontando. A categoria está vendida ao setor privado e dominador, o governo está oferecendo um salário, uma formação que muitos médicos não ganham trabalhando em muitos municípios e clínicas desse país.
O governo representa uma concorrência indesejável, o que obriga os hospitais uma proposta melhor de manter seus profissionais. A medida do governo além de ser uma em prol da grande maioria dos brasileiros é também uma concorrência que o ''cartel '' não deseja. Os médicos são profissionais liberais, são livres e essas manifestações demonstram o contrário.
 
Enoque Freire em 24/07/2013 20:52:33
Eu sou enfermeiro, quando fui tomar posse no primeiro cargo público que passei, a primeira coisa que ouvi da minha chefia foi: " Não temos uma infraestrutura legal, mas a saúde se faz com pessoas tbém... Só peço que vc não faça apenas o possível pelos nossos clientes, MAS FAÇA O MELHOR POSSÍVEL". E é essa disposição que precisamos dos nossos médicos, pois não é para tudo que precisamos de estrutura de última ponta.
 
Raphlael Dionisio Vitorette em 24/07/2013 20:34:39
Quem defende esta manifestação, que olhe esse super atendimento. /watch?v=6yLKvPmx-YA
 
Frank William em 24/07/2013 20:31:32
O que me deixa triste em ver essa reportagem, é a imagem de profissionais, um pelo menos, que tenho o "privilégio" de trabalhar próximo, que passa pelos outros profissionais não médicos com ar de superioridade, é arrogante conosco, pede para sairmos da enfermaria quando vai avaliar os pacientes, trata os mesmos como objetos e agora vem dizer que essa passeata é em prol os usuários do SUS, hahaha. Não precisamos somente de bons profissionais com conhecimento técnico científico, mas sim de profissionais humanos também.
 
Adriano França em 24/07/2013 19:29:58
O que eu sei é que a clase médica brasileira é super burguesa e, que, infelizmente, muita gente abraça essa profissão porque ela dá "estatus" e dinheiro, e o Brasil é um país classista, absurdamente classista.
Os médicos não estão saindo nas ruas pela melhoría no Setor Saúde, estão saindo nas ruas com medo da competencia de outros médicos que são tão bons médicos como os bons médicos brasileiros, só que, com outra visão da Medicina.
Em outros países não se vê médico nas ruas, no supermercado, nas festas, onde seja, vestidos de branco. No Brasil, sim, para dizer: sou médico ou seja melhor que qualquer outro profissional. Essa é a clase médica brasileira, a que se acha por encima de todas as profissões, quando deve seus estudos a outros profissionais que são os que lhes ensinam a ser médico
 
Nely Maria silva de Oliveira em 24/07/2013 19:25:58
Se os médicos europeus soubessem, e vão saber que um médico brasileiro ganha US$ 1800,00 dólares por mês para apenas trabalhar 3 horinhas por dia ( se é que trabalham 3 horinhas ), o Brasil receberia milhares de médicos europeus atrás desse salário. Será que isso que eles tanto temem ?
 
Fernando Rizzolo em 24/07/2013 18:21:05
Se o problema é a falta de estrutura para atender a população, porque médicos não protestam contra isso??? Não, estão protestando contra o programa "mais médicos" e contra os vetos presidenciais dos artigos do corporativo "ato médico" que monopolizam as atividades dos profissionais de saúde à classe médica. Querem enganar quem? Nem a população enganam mais....
 
Mari Carvalho em 24/07/2013 17:58:07
Ao analisar esta discussão dos médicos e sem falar muito sobre as condições de trabalho no SUS, mas acredito que 90% dos diretores de hospitais públicos, secretários de saúde estaduais e municipais são médicos, então como chegaram a este ponto aonde foi parar os recursos, e só culpam o governo, mas eles também são governo não importa qual partido, pois estão a frente dos órgãos públicos. Quem tem plano de saúde também não é bem atendido em alguns lugares, a espera é grande e algumas clínica a espera é de mais de 3 horas para ser atendido, levam dias para marcar uma consulta, os planos não se preparam para isso também, então o caos na saúde é geral principalmente no interior do Brasil e nas periferias das grandes cidades. Será que o problema é realmente o programa MAIS MÉDICO?
 
Abel Mariano da Silva em 24/07/2013 17:51:23
Pessoal, aqui em São Paulo, a cidade mais rica do Brasil, estão faltando 3.000 médicos. Eu não entendo como alguém pode ser contra haverem mais médicos para o atendimento das pessoas. Muitas vezes as pessoas estão necessitando de atendimento básico, tais como: controlar a hipertensão, o diabetes, etc....Por isso é necessário mais médicos para fazerem a prevenção, antes que estas pessoas acabem tendo enfartos ou derrames. Não consigo entender como existem pessoas que não querem ter mais pessoas para o atendimento médico. Quem está contra isto não tem o mínimo sentido de humanidade. E o pior é que e uma coisa que está na cara. Estão faltando médicos em todo o Brasil.
 
Gervásio Lima em 24/07/2013 16:53:56
O cara pode ser o DR. HOUSE.. Mas se vier trabalhar em condicoes precarias do SUS sera' tao util quanto acogueiros!
Construa hospitais! Para a Copa dos Hospitais de 2016... 16 sedes e tal...
 
Argos Carneiro em 24/07/2013 15:53:42
É, infelizmente tem muita gente que desconhece a realidade, ou melhor faz questão de ignora-la é mais comodo. Venham pro SUS, necessitem de uma cirurgia urgente, uma simples consulta ou um exame mais complicado, ai verão de perto o que é bom pra tosse.
Mais médicos sim, venham eles de onde vierem pq os ricos vao se tratar no exterior e os pobres? ficam a mercê da própria sorte.
 
Isabel Peres em 24/07/2013 15:10:29
ONU solta comunicado atestando a coerência do Programa Mais Médicos:

Segundo comunicado da Organização Pan-Americana da Saúde da Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS), no Brasil, o Programa Mais Médicos, do governo federal, está em conformidade com as recomendações da organização em questões de saúde para a população. No texto, a informação de que a OPAS/OMS acompanha os debates e “vê com entusiasmo o recente pronunciamento do governo brasileiro sobre o Programa ‘Mais Médicos’”, lembrando que a média nacional de médico/habitantes é muito abaixo do ideal. O comunicado termina com a afirmação de que “em longo prazo, a prática dos graduandos em medicina, por dois anos no sistema público de saúde, deve garantir, juntamente com o crescimento do sistema e outras medidas, maior equidade no SUS”.
A OPAS/OMS afirma que, em longo prazo, a prática dos graduandos em medicina, por dois anos no sistema público de saúde, deve garantir, juntamente com o crescimento do sistema e outras medidas, maior equidade no SUS.

 
Marta Santos em 24/07/2013 15:09:01
ESSA É MAIS UMA VERMELHA ENGANADA.
DESDE QUANDO PRECISAMOS DE MEDICOS ESTRANGEIROS?
TEMO MEDICOS DE SOBRAS AQUI NO BRASIL ...O QUE NÃO TEMOS É CONDIÇÕES PRA TRABALHAREM...ALGUNS LUGARES NEM APARELHO PRA MEDIR PRESÃO TEM ..QUANTO MAIS LEITO. A VERBA DESTINADA AOS HOSPITAIS ESTA NOS BOLSOS DOS MENSSALEIROS. ESTA NA FORTUNA QUE O LULA LOBISTA ADQUIRIU COM NOSSO DINHEIRO.
SE A JUSTIÇA FIZER ESSES LARÕES DEVOLVEREM AOS COFRES PUBLICOS OS TRILHÕES QUE NOS REOUBARAM... DAI SIM PODEREMOS TER MELHOR SAUDE NO PAIS TODO.
 
luana pedroso em 24/07/2013 12:56:43
Os professores alfabetizam e ensinam em locais s/ nenhuma infra estrutura, há mts anos, lutam e levantam s/ bandeiras pela melhoria de salário e de qualidade de educação;e graças a esses apelos já houve um pequeno avanço. Nunca os médicos sequer denunciaram a má gestão da saúde pública, ficando estas denúncias ao próprio usuário e à mídia, talvez se acham mt p/ impottes se exporem. Po que tta preocupação em vir médicos do exterior? A Dilma foi incisiva em dizer q o estrangeiro só vai ocupar o lugar vago. Se eles q ganham 8 vezes mais por 22h de trabalhoo q um professor por 44h e acham pouco, pq se incomodar q outros se sujeitam? Antes de formar minha opinião consultei os interessados q são justamente os usuários do SUS, foram unânimes"QUEREM MÉDICOS NOS POSTOS"
 
maria bertogna aguiar em 24/07/2013 12:51:32
o que se pode esperar de presidente de ong...são outras que desviam verbas publicas
 
elizabete rootndo em 24/07/2013 12:51:03
Essa situação dos médicos brasileiros só expôe que o capitalismo, tão decantado em verso e prosa, tem falhas gravíssimas. Ora, se o objetivo é acumular capital, pra que eu vou para o interior me incomodar se posso ganhar tão bem quanto ou melhor aqui na cidade grande? Pra que atender na rede pública, com prefeituras que não têm muito dinheiro pra me pagar se ganho mais atendendo no meu próprio consultório?

Agora o socialismo não parece tão feio, né?
 
Paulo S. Pinheiro em 24/07/2013 12:46:09
a R$ 100,00, atendendo 10 pessoas por dia durante 20 dias, um médico fatura R$ 20.000,00, é claro que é preciso atender a jato os pacientes do SUS e abominarem a idéia de médicos cubanos com formação humanitária. MAS COMO ESTES MÉDICOS CAPITALISTAS CONHECEM A EXPRESSÃO "QUEM NÃO TEM COMPETÊNCIA NÃO SE ESTABELECE" PRECISAM DESQUALIFICAR OS MÉDICOS CUBANOS, POIS É MAIS FÁCIL DESQUALIFICAR OS OUTROS DO QUE SE QUALIFICAR PARA O ENFRENTAMENTO DAS GRANDES QUESTÕES DE SAÚDE PÚBLICA QUE O POVO ENFRENTA.
 
MAURO ANDRÉ KRUPP em 24/07/2013 12:31:38
Se tem tanto médico no Brasil porque quando eu vou no posto de saúde ou no hospital não acho um? Ou demoro 10 pra ser atendida? Ou demoro 12 meses ou mais pra fazer uma cirurgia?? Mãe é diabética e ficou esperando 30 dias pra trocar uma receita vencida e não tinha médica para substituir a que estava de ferias...
 
Monica Oliveira em 24/07/2013 11:55:51
Sim não existe papai noel e nem médico coitado no Brasil,existe uns safados claro que sempre existe uns bons, no meio dos tranqueiras, bandidos que na década de 80 um vagabundo foi pago para mata meu irmão se a minha mãe não fosse de coragem ele hoje estava morto minha bateu em uma enfermeira e arrancou meu irmão do hospital.ESTA MESMA MAFIA CONTINUA AGINDO EM ALGUMAS REGIÕES DO BRASIL QUE EU SEI AGORA ESTÃO COM MEDO DE PERDER O TRONO,ISSO MESMO VAMOS PROLIFERA O BRASIL DE MÉDICOS ATÉ EU QUE NUNCA PENSEI VOU FAZER MEDICINA QUERO TRABALHA SÓ EM PERIFERIA SOU ACOSTUMA POIS MORRO EM UMA.
 
Gilvane Lopes Pereira em 24/07/2013 11:55:16
E ainda por cima o Dr.zinho ali não tem conhecimento do valor de um '' verdadeiro palhaço '' e os desonra usando indevidamente o nariz vermelho ( que é a menor máscara do mundo ) escondendo-se atrás da máscara.. Todos os''palhaços'' podem, ser um médico, mas nem todos os médicos podem ser um palhaço .
 
Rubens Franco em 24/07/2013 10:49:57
OS QUE QUEREM ACABAR COM A BOLSA FAMILIA,SUGERIMOS TAMBEM O GOVERNO PROIBIR A CLASSE MEDIA DE ESTUDAR NAS UNIVERSIDADES PUBLICAS,TER DESCONTOS NA COMPRA DE CARROS,ELETRO DOMESTICOS,COMPRA DE CASAS,A MAIORIA DOS FILHINHOS DE PAPAI QUE ESTÃO PROTESTANDO POSSUEM CONSULTORIOS PARTICULARES, OS QUE ATENDEM O SUS NEM OLHAM PARA OS PACIENTES, NÃO QUEREM TRABALHAR NA PERIFERIA E NO INTERIOR DO BRASIL,A DILMA TEM QUE TRAZER SIM MEDICOS DE FORA E ACABAR COM A MAFIA DE BRANCO.
 
Nelson Bento bento em 24/07/2013 09:53:54
Se isto acontece no Mato Grosso, imaginem em São Paulo. Na maior cidade do país, os hospitais gerenciados pelo Governador Geraldo Alckmin do PSDB, estão hiper-ultra-super-lotados. O atendimento é péssimo. Os médicos tratam mal e de forma apressada os pacientes. As filas são imensas....Para você conseguir um remédio precisa enfrentar uma fila com quase 1.000 pessoas. E tudo isto, na maior e mais rica cidade do País. E existem hospitais do Estado, geridos pelo PSDB, que são chamados de "porteiras fechadas". Só atendem casos gravíssimos. Se você tem uma crise renal (pedra nos rins) não é atendido. E em São Paulo o Governador do PSDB cobra dos cidadãos um ICMS altíssimo, fora os pedágios caríssimos, o IPVA mais caro do Brasil, um metrô super-lotado...
 
Gervasio Lima em 24/07/2013 09:36:29
Os médicos não querem os médicos estrangeiros, mas gostam de comprar carros importados..
 
Adao Eva em 24/07/2013 08:41:01
Os governos e a população mais pobre estão reféns dessas verdadeiras "máfias" travestidas de "cooperativas" que definem até as próprias escalas de plantões e, ainda assim não as cumpre. A classe médica, majoritariamente, só está pensando em manter seus privilégios. Ser contra um programa que objetiva contratar mais médicos para a rede pública é o cúmulo da boçalidade!
 
WANDERSON MENDES em 24/07/2013 08:39:05
Essa é uma classe que tem na maioria de seus membros mercenários que não honram seus juramentos.
 
Raimundo Pereira em 24/07/2013 07:59:08
Moro em um lugar onde a medicina é boa, mas já precisei dela e sofri muito por isso, podem apostar que a luta dos médicos não é para ajudar o povo, e sim porque se viram encurralados
diante de uma lei que vem beneficiar o povo, hoje se um médico quiser ele ganha muito bem, pois vejam nos interiores do brasil concursos para médicos com salários de R$ 15,000 e não tem candidatos, agora estão todos dodoi pela contratação de médicos estrangeiros, porque eles dificultam a criação de novos cursos? os médicos são a 3° maior m do brasil atras apenas dos políticos e PCC.
 
Paolo Servio em 24/07/2013 07:44:02
A maioria absoluta dos médicos estudou em Universidades Publicas de Medicina,sem gastar um CENTAVO,porque elas são mantidas com Dinheiro Publico,portanto de impostos pagos por toda População(Inclusive os mais POBRES).
Hoje este pessoal que estudou de GRAÇA a custa da População se tornou uma élite,uma verdadeira Máfia de Branco,que não aceita atender nas Periférias de Grandes Cidades e muito menos ir pro interior do Brasil.
A Máfia de Branco não quer atender os mais carentes e ainda quer impedir que Médicos de outros países o façam.
É um absurdo tentar impedir que a População carente tenha um minimo de atendimento,se depender deste Pessoal de Branco,Mulheres Grávidas,crianças,Índios,Velhos , Trabalhadores Rurais,Vitimas de Acidentes,vão continuar a morrer por pura falta de assistência!!!
 
Hélio Jacinto Pereira em 24/07/2013 07:18:43
Nossos médicos se sentem prejudicados com a concorrência. Quanto mais ganham mais querem. Vejam as reportagens dos equipamentos para tratamento do câncer na Santa Casa, no Hospital Regional e no Hospital Universitário e terão uma noção exato do que é capaz a categoria dos médicos para obter lucro com o sofrimento do povão.
 
jose rodrigues em 23/07/2013 23:18:10
Concordo com o programa do Governo, pois é melhor ter um medico do que nenhum. Tambem é verdade que os hospitais estão sem estrutura. A classe medica precisa ser menos corporativista. Tenho filho que e estudante Medicina e pedi a ele que não se esqueça dos menos favorecidos, que procure atender a todos sem preconceitos de qualquer especie
Que venham médicos brasileiros, cubanos, portugueses etc. Pois sabemos que os que se formam so querem ficar nas grandes cidades.Uma sugestão - incentivar aos graduados que possuem financiamento do FIES a irem prestar serviços nas cidades necessitadas em troca de remuneração justa para poderem liquidar sua divida junto ao Governo.
 
MARCIO AGUIAR em 23/07/2013 23:15:46
sou a favor que venham médicos de outros países, pois os daqui não faz questão de atender a população mais carentes, Isso em Brasilia imagine em outro estado? O povo não é obrigado a sustentar os filhinhos dos grandes em faculdades publicas e depois não ter médicos para atender. Acho dois anos pouco, deveria ser três anos só assim eles seriam mais humanitários, que venham médicos de Cuba ou de outros países só assim os nossos médicos aprenderia respeitar o direito dos outros. Tem um posto médico perto de minha casa, não consigo consultar, eles entram as tês e sai as quatros, nunca as duas horas, e o povo esperando, quando chega quatro horas eles manda as assistentes falarem que não tem mais vagas... para toma um cafezinho e sai todo faceiro e o pobre volta pra casa triste!!!



 
Maria Virginia siqueira em 23/07/2013 22:54:09
Sou favor do Sus um Sus, para todos digno e que todos tenha os mesmo os direitos. Um governo que saiba distribuir os impostos de maneira correta e digna. Sonho com dia que feche todos os convênios e consultórios médicos, que o maior convenio seja o Sus, não é justo pagar 2 vezes por direito conquistado, e como usuária e funcionária do sistema, não posso dar ao luxo de ficar sonhando que venha os médicos não importa o continente, e manifestantes dizem que tem venham trabalhar pare de corporativismo, deixe seus colegas de profissão atender pare de desanimar os de boa vontade, os brasileiros acham que é pouco o salario, os estrangeiros não, E se fosse tão ruim aqui pq os daqui não foram para fora? e os de fora querem, vir? valorize nosso País temos q parar de achar que o que é do próximo é melhor.
 
marlucia dos santos gonçalves vieira em 23/07/2013 22:51:19
Concordo com tudo que já foi falado de ruim, tanto dos políticos quanto dos médicos, a verdade é que nenhum se preocupa com o povo, salvo raras exceções... penso que a saúde pública só vai melhorar o dia que os políticos e os médicos forem obrigados a provar do seu próprio veneno, ou seja, quando forem obrigados a depender do atendimento médico em um rede pública de saúde, onde falta tudo, inclusive o respeito pelo ser humano.
 
Clarice Rodrigues em 23/07/2013 22:34:25
Aqueles que mandam os outros procurar estádios quando ficarem doentes, que mandem os médicos comerem o dinheiro deles, quando sentirem fome. Pois podemos precisar de médico um dia, mas os médicos precisam dos outros trabalhadores todos dias, senão morrem de fome.
 
Carlos Alberto Santos em 23/07/2013 22:30:33
Olha respeito os médicos que trabalha por amor a profissão e sei que existe poucos mas tem,mas hoje quase não se encontra profissionais que queira cuidar do próximo,se fala muito em salários e condições de trabalho no meio dos médicos há sim lugares sem condições, mas há lugares que tem e mesmo assim o profissional não aparece.O salário é um assunto a questionar,pouco quanto?ganhar bem todos seres merecem ter uma vida digna é direito de todos,não se pode é profissional desmerecer a profissão alheia,e é isso que vejo da classe médica ultimamente.O que não pode é contribuinte medico ou não,ser humano em si ficar sem atendimento.Qro sim medico Cubano,Portugueses,Espanhol,Brasileiro melhor ainda, não importa desde q. seja humano,q olhe o paciente como todo,governantes q olhe p/ todos.
 
Marlucia dos Santos Gonçalves Vieira em 23/07/2013 22:30:02
O que esta senhora coloca de forma simples e até mesmo ingênua é de fato uma mensagem de boa parte da população brasileira. Estes médicos estão querendo colocar interesses corporativos a frente dos interesses da maioria da população. O programa do governo é em função da contingência. E parte dos que protestam são tão "maria vai com as outras" que pedem pela validação dos diplomas,quando na verdade a validação faria justamente o que eles temem: se validarem eles poderão atuar livremente no Brasil e aí sim concorrerão com os médicos daqui. Do jeito que está sendo feito eles serão usados pontualmente. Parabéns a esta senhora.
 
Ricardo Moreno em 23/07/2013 22:15:42
Acho que todos nos deveríamos ter a coragem desta senhora e fazer justamente o que ELA fez, pois é exatamente o que ela falou que esta acontecendo, vejam os casos do Hospital do Câncer, HU, HR e outros, realmente estão sujando as ruas de sangue de inocentes.
 
Joao Bauer em 23/07/2013 22:12:06
Parece que os únicos a não querer saúde para o povo brasileiro são os médicos brasileiros. E o pessoal que em vez de querer mais ensino de Medicina (como na Inglaterra), prefere os médicos de menor ensinamento. Querem que a saúde seja de poucos, com poucos médicos - como sempre foi.
 
Rosa Marues em 23/07/2013 22:06:15
Acredito que o programa do governo seja uma boa sim, pois os médicos brasileiros não querem as cidades do interior, não importa quanto os municípios lhe proporiam em salario. já vi muitos alegarem que ir para o interior os tornaria esquecidos pela sociedade, assim como diminuiria a oportunidade deles de crescerem, se especializarem.
 
Diego Delvalle Valmaceda em 23/07/2013 22:00:36
Acho válido sim o comentário dessa senhora. E Infelizmente, nós não temos médicos no Brasil (Já tivemos ha anos|) os que faziam visitas domiciliares etc...Hoje em dia, a maioria querem se formar por status, ninguém vem me dizer que um que se forma, que tem seu meio social elitizada, que frequentam, shopinngs, teatros,casas de shows, que saem nos blocos mais caros de Salvador, vão largar tudo isso pra irem trabalhar em um interior com uma venda "De se Mané"? Mesmo que se tenha toda estrutura nesse interior? Duvidoooo. Querem ficar nas capitais ,esbanjar seu jaleco branco como se fossem deuses e não são. E a prova é esta. Estarem nas ruas para impedir médicos de irem trabalhar onde eles não querem ir? quanto ao SUS,deveriam fazer passeatas na frente dos secretários da saúde. Pq a Verba VEM SIM.
 
Fernanda Santos da Cruz em 23/07/2013 21:34:18
Os médicos não querem atender a população e não querem que o governo contrate médicos estrangeiros para atender o povo. O que eles propõe para o atendimento da população? NADA.
Ou seja, querem que os pobres MORRAM sem atendimento.
É uma insensibilidade social que chega às raias da crueldade.
E um punhado de boçais usam a vida da população mais pobre que precisa de atendimento médico para fazer proselitismo político contra o governo.
Dá nojo.
 
Ruy Acquaviva Carrano Junior em 23/07/2013 21:32:58
SOU A FAVOR DO PROGRAMA DO GOVERNO MORO AQUI NO AMAZONAS E MESMO O GOVERNO PAGANDO BEM ELES NÃO QUEREM IR MESMO COM CONDIÇÕES DE TRABALHO ELES NÃO QUEREM, TENHO 3 FILHOS FORMADOS EM ODONTOLOGIA E JÁ PEDI A ELES MAIS A RESPOSTA FOI NÃO VOU PARA AS RUAS VOU APOIAR O PROJETO DA DILMA POIS ELA QUER O MELHOR PARA NOS SOU PACIENTE DE CÂNCER E OS FUTUROS MÉDICOS NÃO QUEREM NEM SABER DE SER ONCOLOGISTA, BARRETOS CONTRATOU MÉDICOS DA ESPANHA E ITALIA E FOI O GERALDO ALKIMIM E CADE OS MÉDICOS QUE FICARÃO CALADOS SERA QUE SÃO DIFERENTES DA DILMA EU SOU A FAVOR NÃO QUERO NEM SABER DE ONDE ESTES MÉDICOS VEM O IMPORTANTE E QUE VENHA PARA O AMAZONAS URGENTE,
 
ORIONA MARIA FERREIRA OHSE em 23/07/2013 21:29:20
Sabe o que mais me deixa indignado é pessoas virem aqui e criticar o Governo e defender este bando insensatos e dizer que eles tem razão e que a culpa é unicamente do Governo. Olha eu falo uma coisa para vocês, eu moro em uma cidade do interior chamada Castilho_SP, o Hospital é novinho em folha, tem toda a infraestrutura para os médicos, é um hospital de uma sociedade beneficente cuja reforma foi feita pelo poder publico, e pasmem "Não tem Médicos", quer que eu repita, então lá vai, "não tem Médicos", ninguém quer trabalhar pra SUS. E os poucos que tem maltratam os pacientes com a sua ignorância. O SIS (Centro de Saúde) também tem falta de Médicos, mesmo o Prefeito pagando um salário razoável pra eles. Então param com esta historia pra boi dormir e esta piada do Pão e circo não cola mais.
 
Jose Henrique em 23/07/2013 20:04:36
governo assistencialista isso sim, devia dar trabalho pra essa gente que vive as custas das tais 'BOLSAS' que saem do nosso bolso e acho que a luta dos médicos é justa;de salários justos ao povo,pegue o dinheiro das bolsas e invista em saúde,educação e segurança, ou vamos voltar a politica do pão e circo!..
 
raildadias da silva em 23/07/2013 16:52:48
O brasileiro tá ferrado e mal pago mesmo, pois com programa ou sem programa a ineficiência será a mesma.... e ainda tem gente iludida com o PT...
 
heraldo tomaz em 23/07/2013 16:49:01
Srs. médicos, eu concordo com a manifestação desta senhora, revoltada com o atendimento médico. Falo porque já vivi este drama na pele. Tive uma necessidade onde o problema poderia ser resolvido em apenas no máximo uma semana, fiquei 18 dias internado e grande parte foi que o médico me internou e não foi nem me ver no hospital. Por isso, o programa do Governo vejo com simpatia e não poderá ficar pior do que já está.O que se percebe agora é o desespero de uma classe que se acham "deuses", intocáveis, que não querem perder privilégios. Ser médico é uma vocação, profissional que se compadeça da dor do paciente, mas e quando vocês nem quer olhar na cara do paciente? Chegam atrasados e saem do posto de saúde antes do final do horário de trabalho. A comunidade está cheia do descaso dos SRS.
 
João Alves de Souza em 23/07/2013 15:43:44
Esta encrenca é grande. De um lado uma classe médica que com raríssimas exceções, são pessoas sem sentimentos humanitários, pois a grande maioria só pensam nos ganhos monetários e do outro lado a classe política que não está nem aí com as mazelas do povo. O problema é muito complexo, veja bem, se um profissional médico é contratado para atender em município pequeno ele terá que se enquadrar no ditames políticos do Prefeito e partidários e se assim não fiz, vai receber os primeiros salários e o resto só Deus sabe. Em todos os municípios as unidades de saúde falta medicamentos, equipamentos e até mesmo os medicamentos. Então, infelizmente este é um problema sem solução a médio prazo. Primeiro teremos que mudar a mentalidades dos futuros médicos e ainda com a corrupção nos governos. É fácil?
 
Luis Acordado em 23/07/2013 15:17:20
Essa senhora deve ser mais uma dos milhares de cupinchas seguetas que os petralhas mantêm no pais,
 
Eduardo Semir em 23/07/2013 15:02:52
Eu acho que estas pessoas que aqui estão criticando os médicos e defendendo o governo do PT deviam, ao precisarem de assistência a sua saúde, procurar atendimento nos estádios de futebol superfaturados por este governo e consultar-se com o LULA a DILMA o GENOÍNO o DELÚBIO o MARCOS VALÉRIO ou qualquer outro integrante do esquema de assalto aos cofres publico do país.
 
Antonio Mazeica em 23/07/2013 14:25:21
Primeiro vamos trazer politicos da Suecia e do Japao,
gastando muito menos teremos gente competente
para comandar o pais.
 
James Pedrosa em 23/07/2013 14:09:04
Só quem pega tratamento completo do SUS e ainda se locomove de ônibus vai entender essa dona ai do protesto... Quem não tem condição pra banca a sua saúde, apenas entra na triste lista estatística(morte/erro_medico/descaso)...
 
Frank William em 23/07/2013 13:45:16
Engraçado é que todo mundo critica o médico, mas quando fica doente, quem que procuram? Eu convido a equipe do CG NEWS a fazer uma reportagem no PAM-HU para ver se o que falta. Não faltam médicos. Faltam leitos, falta medicação! Faltam respiradores!
Muitos dizem que a profissão é a mais bem remunerada, entretanto, esquecem de mencionar a carga horária da graduação, que tem mais de 8 mil horas. Fora a residência, que dura de 2 a 6 anos! Ou seja, em quanto tempo a Dilma quer formar um neurocirurgião? 8 anos de graduação (após 2015) + 5 anos de residência, + 1 ano de serviço militar = 14 anos!
 
Karina Rosa em 23/07/2013 13:45:12
Existe muito cooperativismo na medicina, tudo para manter altos salários e baixa concorrência, o Governo investe altíssimo nos filhos da classe burguesa através de Universidades Públicas para não ter um retorno digno através do serviço público obrigatório. Isso tem que acabar, Médicos Estrangeiros Já!
 
Carlos Magno em 23/07/2013 13:28:07
João Paulo, acha que as viaturas estão sucateadas e que os policiais ganham mal? culpa do governo estadual!
Professores ganham pouco? as escolas estão sucateadas? Governo estadual e municipal!
"não investiu um centavo em educação, saúde e segurança" -
Mentira!
Nunca se investiu tanto nas universidades (Plano de Desenvolvimento da Educação -PDE), e se investiu muito em escolas (basta uma busca ao google). De fato, os repasses do Governo Federal muitas vezes são mascarados pelos governos estaduais, como fez o André no episódio dos ônibus, ou como no caso dos aparelhos de radioterapia doados e negados pelos hospitais públicos do nosso Estado (caso Hospital do Câncer).
Concordo quanto ao governo humanitário, vejam o site do Dr. Drauzio Varella, grande entusiasta do programa "Mais Médicos".
 
karla Fernanda em 23/07/2013 12:56:50
Será que vai trazer advogados porque temos a pior justiça do mundo.
 
fauster paulino em 23/07/2013 12:43:02
olha, Sr. João Paulo e outros + que cretica do governo federal, dá dó de vcs. PORQUE no minimo vcs. não precisa da rede saúde (SUS), porque é bem verdade que a coisa + dificil é conseguir um médico na hora que vc precisa, o mal atendimento e por ai a fora, quanto + conseguir fazer um exame. Mas isso tudo NÃO é só porque os postos estão carentes de equipamentos é PORQUE o descaso desses médicos é muito gde. Esses médicos estão fazendo essas manifestações...é medo de perder o emprego deles e que os médicos que venha de fora atenda melhor que eles, são é bando de egoista, não pensa no ser humano....e outra o Gov.Federal não faz milagres, cada o estado e o municipio pra investir na saúde..só fica esperando dinheiro do Gov.Federal, quando o Gov.Federal envia verbas, pra onde vai essas verbas
 
maria alves em 23/07/2013 12:35:12
A classe médica é totalmente pecuniária, procuram a profissão apenas para se locupletarem, poucos tem a vocação e a vontade de curar as pessoas, mas sim de ostentarem posses e acumular riquezas. O interior do Brasil está lotado de vagas, mas ninguém dessa classe aparece, só querem o bem bom do aconchego. Agora, quando se quer resolver o problema, se mostram contra. É lamentável.
 
osvaldo antunes em 23/07/2013 12:17:54
Porque o ataque contra uma mulher corajosa que só falou a verdade?
Só se atira pedras em árvores que tem bons frutos.
Agradeço a sua coragem parabéns!
Atacar os ausentes não é o certo porque não falar diretamente com a Presidente?
 
Mirella Forti Cossignani em 23/07/2013 12:12:48
Quem é atendido em um posto de saúde e encaminhado para um especialista da rede pública está enrolado, se der sorte é atendido pelo menos uns seis meses depois. Pediatra nos postos de saúde é mosca branca e quando tem é apenas um em um dos postos da Capital, quem não tem meio de transporte ta ferrado.
 
Francisco Antonio em 23/07/2013 12:03:08
E o que eles vão fazer para resolver o problema de médicos? Se tem muitos médicos que nem olha na cara do paciente quando este vai ao posto de saúde. Os médicos são privilegiados, porque é a única profissão que não fica sem emprego e ganham bem, não sei se é suficiente, mas o salário é bom, porque uma consulta particular que não dura nem dez minutos que dure 30 minutos custa o equivalente a R$ 300,00. O paciente independente de ser do posto de saúde tem que ser tratado com respeito e dignidade, porque é através de impostos que pagamos o salário dos médicos.
 
Placida Barros em 23/07/2013 11:59:44
Até certo ponto concordo com os médicos, revalida sim, porém deve ser adotado também de forma obrigatória para os profissionais brasileiros, o problema ira se agravar, uma minoria vai conseguir passar. Não é só a estrutura, quem busca atendimento médico quer no mínimo atenção e respeito por parte desse profissionais. Os mesmos médicos que atendem nos postos de saúde tem consultório particular. A diferença no atendimento está no bolso do paciente.
 
Francisco Antonio em 23/07/2013 11:59:44
Olha o desespero da petista! Governo humanitário que não investiu um centavo em melhorias da educação, saúde e segurança. Policiais em viaturas caindo aos pedaços. Professores em escolas e universidades sucateadas. Médicos, enfermeiros fazendo milagres em hospitais e postos sem condição alguma de atendimento. Ai vem uma senhora e culpa os profissionais??? Culpe os políticos do PT que esta no poder ha 10 anos e nunca fez nada! Eles sim tem as mãos sujas de sangue e o bolso/cueca cheio de dinheiro! Essa mulher é do PT, quer aparecer pra tirar o foco que é o fracasso do governo dela...
 
Joao Paulo em 23/07/2013 11:58:33
O engraçado é pra fazer protesto nesse frio em beneficio próprio eles fazem na maior cara de pau, essa classe é a pior classe de profissionais que existe, nunca ouvi e nem vi um médico que faz um trabalho voluntário, quando vamos nos consultar no posto de saúde o médico nem se sequer olha no rosto do paciente, isso é uma tremenda palhaçada.
 
marcos cesar pedrosa de souza em 23/07/2013 11:46:15
Penso ser legítimo o protesto dos médicos. O Conselho profissional destes profissionais deveria ter sido consultado. "Lavar as ruas de sangue...", comentário exagerado e sem fundamento!!! No mais, providencial o "aparecimento" desta mulher no movimento, não??
 
Fabiano Bellesia em 23/07/2013 11:29:57
Dona Maria, este protesto não é só pela importação de médicos, mas por valorizar mais os profissionais, que aqui ja existem e por melhorias, e melhores condições de trabalho, criando mais leitos, melhores equipamentos, entre outras coisas.
 
osvaldo junior em 23/07/2013 11:29:14
Sinceramente não sei se é bom ou ruim, mas pior não deve ficar. Quem já teve que ser atendido por estes médicos de postos de saúde sabem bem que o atendimento é ruim, há alguns anos eu estava com problemas de memorização, fui no posto, consegui um encaminhamento para o CEM, levantei de madrugada e a médica que me atendeu, após eu explicar porque eu estava lá, ela disse que eu estava assistindo muita novela e me liberou sem nenhum medicamento nem nada, como não assisto novela, fui pesquisar e vi que a personagem da Glória menezes tinha problema de memória na novela que passava na época, meu patrão queria que eu fizesse terapia para ver se resolvia meu problema, eu não fiz, saí do trabalho estressante e arrumei outro, ganhando menos mas menos desgastante.
 
Mário Costa em 23/07/2013 11:26:16
Ô coitada! Quanta ingenuidade! Achando que o governo é humanitário! Olhem só! Fica tranquila minha senhora que no final do ano o papai noel vai dar um presentão pra você!
 
Mario Cesar em 23/07/2013 11:14:47
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions