A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

17/11/2009 16:35

Mulher é presa com armas e documentos de produtor morto

Redação

Lucinei Calixto Custódio, de 22 anos, foi presa nesta tarde com armas e documentos do produtor rural Oreste Campos, de 59 anos, encontrado morto em Sidrolândia, município que fica a 70 quilômetros de Campo Grande, na última sexta-feira (13). Ela é mulher de Rudinei da Guia Dourado, de 36 anos, preso no último sábado (14), e apontado como principal suspeito do crime.

Denúncia anônima levou a Cigcoe (Companhia de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais) até Lucinei, que foi localizada na casa da mãe, no Jardim Noroeste. Depois de presa, ela indicou onde estavam os pertences do agricultor assassinado, em sua residência no bairro Tiradentes.

Na casa, foram encontrados dois revólveres, uma pistola, uma espingarda, documentos pessoais de Orestes, um contrato também pertencente a ele, uma câmera fotográfica digital e eletrodomésticos. O filho do produtor, que é soldado da Cigcoe, esteve no local e reconheceu os pertences do pai.

A mulher e os produtos apreendidos foram encaminhados para a delegacia de Sidrolândia, onde o caso é investigado. A Polícia acredita que haja mais pessoas envolvidas na morte do produtor.

Latrocínio - Orestes Campos foi encontrado morto na fossa de sua chácara, no final da última semana, com as mãos e pés amarrados. Seu corpo apresentava perfurações de tiros.

Após o crime, os autores ainda tentaram fugir com a caminhonete de Orestes, mas ela apresentou problema mecânico e foi abandonada na MS-060, próximo a Sidrolândia, com as chaves no contato.

Desde o início a suspeita da Polícia foi de latrocínio, porque a vítima havia feito um empréstimo para plantar.

Rudnei da Guia Dourado, de 36 anos, principal suspeito do crime, foi preso na rodoviária da Capital, após vários saques feitos com o cartão de crédito do agricultor.

A mulher de Rudnei, presa hoje, chegou a registrar boletim de ocorrência por seu desaparecimento.

Ministério Público faz contrato de R$ 3 milhões com empresa de informática
O MP/MS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) firmou contrato de R$ 3,3 milhões com a empresa Click Ti Tecnologia Ltda. Com validade de seis me...
Novos critérios definem morte encefálica e afetam doação de órgãos
O Conselho Federal de Medicina (CFM) divulgou hoje (12) critérios mais rígidos para definir morte encefálica. A mudança nos procedimentos tem impacto...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions