A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

29/01/2013 11:17

Multidão acompanha enterro de jovem morta em boate incendiada

Francisco Júnior
Uma multidão acompanhou o velório da jovem. (Foto: O Liberal News)Uma multidão acompanhou o velório da jovem. (Foto: O Liberal News)

Uma multidão acompanhou o enterro da jovem Ana Paula Rodrigues, 20 anos, morta no incêndio da boate Kiss, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, ocorrido na madrugada do último domingo (27). O corpo da estudante foi sepultado no cemitério de Mundo Novo, cidade onde morava com a família.

De acordo com Joscemir Moresco, amigo da família de Ana Paula, por conta da repercussão do caso, além da população da cidade, pessoas de outros municípios também compareceram ao enterro.

Ontem (28), cerca de 1,5 mil pessoas aguardavam a chegado corpo da jovem no local onde foi realizado o velório.

O corpo da jovem foi levado até Toledo, no Paraná, em um avião da FAB (Força Aérea Brasileira) e depois transportado até Mundo Novo, onde chegou em um veículo do Exército. Ana Paula ainda chegou a ficar internada no hospital de Cachoeira do Sul, município a 120 km de Santa Maria, mas não resistiu a gravidade dos ferimentos e morreu.

A estudante viajou a passeio para a cidade de Santa Maria com um casal de amigos, em seguida iria a Santa Catarina.

Além de Ana Paula, outros dois sul-mato-grossenses morreram no incêndio que matou 231 pessoas. As famílias de David Santiago Souza, 23 anos e Flávia de Carli Magalhães, 18 anos, optaram em sepultar os corpos dos dois jovens em Santa Maria. Ele cursava o terceiro semestre de odontologia na UFSM (Universidade Federal de Santa Maria), enquanto a jovem fazia o curso de administração pela mesma universidade.

A filha de ex-professor universitário de Dourados também morreu no incêndio. A jovem Maria Mariana Rodrigues Ferreira, cursava Medicina Veterinária na UFSM (Universidade Federal de Santa Maria) e participou da festa na boate Kiss.

O pai da jovem, Marcus Vinicius Back Ferreira, morou por mais de 10 anos em Dourados. Ele estudou na UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) e foi professor de agronomia e veterinária na faculdade Anhanguera em Dourados.



Deus, Pai, Console toda a família!!
 
Carlos Lamarca em 29/01/2013 16:53:48
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions