A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

27/02/2013 20:20

Na fronteira de MS, Bolívia devolve ao Brasil 370 carros

Nyelder Rodrigues
Alguns carros cruzaram simbolicamente a fronteira para oficializar a devolução (Foto: Victor Viégas/DDP)Alguns carros cruzaram simbolicamente a fronteira para oficializar a devolução (Foto: Victor Viégas/DDP)

A Bolívia devolveu nesta terça-feira (27) 370 veículos, entre carros, camionetes e motocicletas, com denúncia de furto ou roubo no Brasil. Este é o primeiro lote, e mais veículos serão devolvidos.

A devolução foi realizada em cerimônia feita em uma área da Marinha boliviana, em Puerto Quijarro, na fronteira com o município de Corumbá, em Mato Grosso do Sul, e é resultado de um acordo de cooperação internacional entre Brasil e Bolívia. De lá, os carros virão para o pátio da Defurv (Delegacia Especializada em Furtos e Roubos de Veículos), em Campo Grande, e posteriormente devolvidos aos proprietários.

Entre as autoridades brasileiras presentes, estava o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, o embaixador do Brasil na Bolívia, Marcel Fortuna Biato, o prefeito de Corumbá, Paulo Duarte, e o secretário de Segurança Pública de Mato Grosso do Sul, Wantuir Jacini.

Já entre as autoridades bolivianas, a cerimônia contou com a presença do ministro de Governo da Bolívia, Juan Ramón Quintana, o vice-chanceler Juan Carlos Alurralde, e a presidente da Adauana boliviana, Marlene Ardaya.

Conforme o site Capital do Pantanal, o ministro Cardozo afirmou que a devolução dos veículos garante maior controle e segurança na região de fronteira. “Frisamos o controle do espaço aéreo e também na articulação em terra. Com isso queremos sobrevoar o território boliviano, fotografar e mandar as imagens para o setor de inteligência, onde vão averiguar os problemas que mais afetam esta região”, afirmou o ministro da Justiça brasileiro.

Já o ministro boliviano Quintana garantiu que até março a segurança será intensificada na região também com aviões. “Em março vamos sobrevoar toda esta área e também outras localidades de fronteira da Bolívia. Queremos de forma adequada amenizar criminalidades de origem fronteiriças”, explicou o ministro de Governo da Bolívia.

Segundo o Capital do Pantanal, 75 automóveis e 35 motos vieram do departamento de Santa Cruz de La Sierra, enquanto 9 motos vieram de San Inácio de Velásquez, e 17 automóveis da cidade de Puerto Suarez.

Os veículos devolvidos vão passar por perícia em Campo Grande, para identificar os donos. A devolução é fruto do programa boliviano de regularização de veículos que acontece desde 2011.

São pelo menos 1,5 mil veículos roubados ou furtados em países vizinhos e levados ilegalmente à Bolívia. Além do Brasil, outros países fronteiriços à Bolívia também devem se beneficiar. Já a estimativa do ministro Cardozo é que haja ainda 4 mil veículos brasileiros no país vizinho.

Temer veta projeto sobre negociação coletiva no serviço público
O presidente Michel Temer vetou integralmente o Projeto de Lei nº 3.831/15, aprovado pelo Congresso Nacional, que estabelecia normas para a negociaçã...
UFMS divulga edital do vestibular para ingresso em cursos de graduação
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) divulgou, nesta segunda-feira (18), edital do processo seletivo do vestibular para ingresso em cu...
Aplicativo enviará à CGU denúncias de agressão e discriminação a pessoas LGBTI+
O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União recebe, a partir de hoje (18), denúncias feitas pelo aplicativo TODXS, relativas à discr...


parabens por essa pequena vitoria, porem ainda falta muito para que esses roubos acabem,isso porque os unicos culpados são os nossos representantes (ou seja os politicos brasileiros). Pergunto aos mesmos à quantos anos esses roubos vem acontecendo, a 10, a 20, ou mesmo a 30 anos tanto tempo e só agora vieram a abrir os olhos e olhar por nós, aqueles pobres e umildes trabalhadores que ralam anos e anos para ter um veiculo e quando finalmente conseguem comprar vem um vagabundo lhe rouba e muitas veses até lhe mata.
 
Francisco marques em 01/03/2013 19:10:00
A CULPA DESSES ROUBOS, É DO GOVERNO BRASILEIRO, QUE NÃO SABE TRABALHAR, POIS É MUITO FÁCIL, VEÍCULOS EM TRÂNSITO, NÃO É O PROPRIETÁRIO QUE ESTÁ CONDUZINDO, DEVE SER RECOLHIDO, ATÉ PROVA EM CONTRÁRIO, SALVO SE , TIVER AUTORIZAÇÃO POR ESCRITO DOS PROPRIETÁRIOS, ENTÃO EM QUALQUER LUGAR, FOI BARRADO PELAS POLÍCIAS, NÃO TEM AUTORIZAÇÃO, JAMAIS DEVER PROSSEGUIR, E ESSA AUTORIZAÇÃO, AINDA TERÁ QUE ESTAR COM FIRMA RECONHECIDA, E O TRAJETO, QUE VAI FAZER O BEM, POIS ISSO GERARIA SEGURANÇA, GOSTARIA QUE ISSO VIESSE A TONA, AI SIM, A COISA NÃO CHEGARIA A ESSE PATAMAR DE TANTOS VEÍCULOS ROUBADOS, NEM A BOLÍVIA, NEM PARAGUAI, SÃO CULPADOS, SÃOS OS NOSSOS POLÍTICOS, ATRAPALHADOS.
 
PEDRO BRAGA em 28/02/2013 15:28:20
Isso tem nome, "renovação de frota" !
 
Antonio gurgel em 28/02/2013 13:12:31
A Bolivia, tem serviços de inteligencias!!!
 
Luciano Rosa em 28/02/2013 12:44:55
o paraguai devia fazer isso tambem com os carros e motos roubados que entram do lado do paraguai
 
antonio cesar leite em 28/02/2013 10:03:18
ÊÊÊÊÊ!
 
Bergo de Almeida em 28/02/2013 09:36:44
QUERO SABER QUANDO O PARAGUAY VAI FAZER O MESMO....
 
alexsandro lino aristimunho em 28/02/2013 07:52:30
Tem que investigar bem os donos, tem muito carro de malandro ai, podem vir carregados, de armas ou drogas, eles nao vão ter despesa nenhuma com frete, o governo vai trazer pra eles
e entregar no destino.
 
joel lara em 28/02/2013 07:16:59
Parabéns ao governo boliviano pela iniciativa, isso demonstra seriedade e um gesto de boa vizinhança. A medida pode reduzir os furtos de veículos nos países fronteiríços.
 
Ronaldo Pissurno em 27/02/2013 21:12:26
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions